Reportar erro
Cleópatra

Jabuti de Luiz Caldas é resgatada de duto em Salvador

Músico tem tartaruga de volta após acidente

Luiz Caldas e a jabuti Cléopatra
Luiz Caldas tem jabuti de estimação - Foto: Reprodução/Instagram
Redação NT

Publicado em 30/06/2021 às 11:43:40,
atualizado em 30/06/2021 às 12:23:35

O músico Luiz Caldas pode respirar aliviado. Sua jabuti de estimação foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros, em Salvador, depois de ficar presa em um duto de escoamento de água no último domingo (27). Cleópatra, nome do animal, acabou prendendo o casco em uma fenda e não conseguia sair.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o cantor lamentou: "Ontem aconteceu uma coisa desagradável com um dos meus animais de estimação, uma jabuti, que se chamava Cléopatra, que está comigo há muitos e muitos anos. Ela ficou presa em uma vala, e eu não tive como tirá-la de forma nenhuma. Até que eu me lembrei e liguei para o Corpo de Bombeiros".

Cléopatra, então, foi resgatada e devolvida a Luiz Caldas. "Eles vieram muito rápido, com uma presteza fora de sério. Foram muitos cuidadosos no resgate e conseguiram liberar o meu animal. Só tenho a agradecer. Vocês são verdadeiros anjos", agradeceu ele. 

O hit de Luiz Caldas

Um dos principais hits de Luiz Caldas é Fricote, que se popularizou após o Fantástico exibir o clipe da música em 1985. O ritmo embalou diversos Carnavais de Salvador e até hoje levanta o público em trios elétricos da festa mais popular do Brasil.

Fricote conta a história de uma mulher negra que tem cabelo crespo – a letra menciona os fios da mulher como “duro” – e não gosta de pentear. Com ritmo sensual, a música surgiu por conta de uma “suposta” ironia de um rapaz com uma moça em um bar, na praça principal da cidade de Simões Filho, conforme dito por Caldas em entrevistas.

“É outra época. Eu acredito que hoje Os Trapalhões não existissem se fosse criado hoje em dia. Hoje existe o politicamente correto e, às vezes, necessário também”, explicou o cantor de axé ao Mais Você de fevereiro de 2020.

Logo em seguida, ele garantiu que não faria a composição nos tempos atuais, porém, compreende que a letra surgiu em outro período do país. “Eu não escreveria essa canção hoje, com a letra desta forma. Mas existe, faz parte da história, é alegre, super positiva”, comentou.

TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos