Reportar erro
Polêmica

Silas Malafaia detona Burger King após campanha LGBTQIA+

Rede de fast-food lançou nas redes sociais publicação de crianças falando sobre tema

Silas Malafaia
Silas Malafaia - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 25/06/2021 às 16:42:05,
atualizado em 25/06/2021 às 16:57:38

O pastor Silas Malafaia detonou o Burger King após a rede de fast-foods lançar uma campanha LGBTQIA+. Na publicação, o religioso afirmou que a marca estaria "deturpando" a sexualidade das crianças, na ação que mostra os pequenos comentando sobre o tema.

“O Burger King é nojento! Nada mais inescrupuloso é deturpar a sexualidade das crianças. Deixa as crianças serem crianças”, disse o texto da foto compartilhado, que veio com a seguinte legenda: "Diga não ao Burger King".

A ação feita pela empresa destaca que é mais fácil falar sobre o tema com as crianças do que com adultos, pois elas não têm preconceito. “Sempre tem um adulto que, quando vê algo relacionado a LGBTQAI+, pensa: ‘Como eu vou explicar isso pra uma criança?’. Mas, ao contrário do que eles pensam, as crianças acham esses assuntos muito simples”, escreveu na descrição do vídeo

Andressa Urach entra com ação contra Silas Malafaia

A famosa entrou na Justiça contra o pastor, após ele fazer declarações polêmicas durante uma entrevista ao canal do YouTube Na Lata, de Antonia Fontenelle. A modelo pede um valor alto de indenização, e tudo ocorre em segredo na 2ª Vara Cível do Foro Central da Comarca de Porto Alegre.

"Eu só lamento que quando essa mulher estava no fundo do poço, toda desgraçada, a igreja restaurou. [...] Que moral essa mulher tem pra vir falar de alguém se ela voltou a fazer tudo que ela fez no passado e levou a vida dela à desgraça?", disparou o líder religioso.

Ao ser procurado, o advogado de Andressa explicou o teor da ação, que pediu R$ 100 mil pelas declarações dadas. "O pedido principal é a indenização por dano moral", disse Marco Mejia.

Mais Notícias
Outros Famosos