Reportar erro
Agradecimento

Apresentadora da Record se pronuncia após ser agredida por ex-namorado

Silvye Alves agradeceu as mensagens de fãs em rede social

Silvye Alves posada em estúdio
Silvye Alves agradece mensagens de apoio após agressão de ex-namorado - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 23/06/2021 às 18:25:00

Silvye Alves, apresentadora do Cidade Alerta, da Record Goiás, se pronunciou mais uma vez sobre ter sido agredida pelo ex-namorado, Ricardo Hilgenstieler. Nesta quarta-feira (23), a jornalista usou as redes sociais para desabafar e agradecer as mensagens de apoio que tem recebido, após o caso de agressão vir a público.

"Passo aqui para agradecer as mensagens, o carinho! Tenho muito orgulho de ser a mulher que sou, a mãe que sou... Deus está cuidando de tudo!", escreveu. "Amar é verbo, não pronome possessivo. Descolonize seus afetos", compartilhou a jornalista.

A âncora foi agredida no dia 21 de junho e procurou a Delegacia Especializado de Atendimento a Mulher (DEAM) para registrar boletim de ocorrência contra o empresário. Ela também passou por atendimento médico em Goiânia. A Polícia Civil informou em comunicado enviado para a imprensa que o acusado de ter agredido a jornalista foi preso no aeroporto da capital de Goiás por agentes da Polícia Federal.

Repórter da Record revela agressão no A Tarde é Sua

Após o ocorrido, ela gravou um áudio para o programa A Tarde é Sua, nesta segunda-feira (21), e falou das agressões que sofreu do ex-namorado. O empresário Ricardo Hilgenstieler é acusado de ter batido na jornalista na frente do filho dela, de 11 anos.

“Eu me vi naquele IML, eu me vi naquela delegacia, eu me coloquei em situações que já falei, esbravejei e ali você se sente a pessoa mais frágil do mundo. Você quer esquecer o que aconteceu e que aquilo apenas acabe”, iniciou ela. “A cena mais triste da minha vida foi ver meu filho gritando. Meu filho foi um guerreiro, meu filho foi um anjo, meu filho me salvou”, acrescentou.

A apresentadora gravou áudio, porque não tem condições de aparecer em vídeo ainda. Ela explicou que está muito triste e que tem enfrentado dificuldades para dormir por conta da violência que sofreu. A jornalista ainda pediu que mulheres agredidas também procurem a polícia para denunciar. A Record repudiou a violência contra sua funcionária.

Mais Notícias
Outros Famosos