Reportar erro
Na Justiça

Ativista LGBTQIA+ processa Patrícia Abravanel por fala sobre homofobia

Agripino Magalhães se posicionou contra o comentário da apresentadora

Agripino Magalhães vai processar Patrícia Abravanel por fala sobre homofobia
Patrícia será processada - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 02/06/2021 às 17:15:00

O ativista LGBTQIA+ Agripino Magalhães, que também é suplente de deputado estadual em São Paulo pelo PSB, vai processar Patrícia Abravanel e pedirá retratação da apresentadora no Vem Pra Cá. Segundo Magalhães, a comunicadora fez um comentário homofóbico ao comentar o vídeo de um pastor compartilhado por Caio Castro e Rafa Kalimann.

Na ocasião, Patrícia comentou sobre a dificuldade de falar sobre a diversidade sexual. "É difícil educar filhos e falar disso, sabia? Eu vou falar para todo o pessoal LGBT é muito difícil educar filhos e pensar ‘o que eu vou falar pro meu filho’, ‘como eu vou falar’... Porque a gente vem de um... A gente não sabe lidar.”

Por fim, Patrícia pediu compreensão dos LGBTQIA+ com quem, eventualmente, é preconceituoso. “Tem que ter respeito e compreensão, não massacre, nem o cancelamento. Não é por força, é por diálogo e conversa, é assim que a gente vai chegar num mundo sem homofobia.”

Agripino apontou que a cena não incomodou apenas colegas de trabalho, mas também teve péssima repercussão entre o público. “Não é a primeira vez que Patrícia Abravanel  faz comentários LGBTIFOBICOS nos programas do SBT e que qualquer pessoa que se sinta incomodada com a orientação sexual do outro deve responder na justiça, porque o importante é cada um cuidar da sua própria vida”, declarou ele.

O ativista irá acionar a Justiça cobrando explicações de Patrícia por meio de uma denúncia crime contra ela por ofender a comunidade LGBTQIA+. Vale destacar que o crime de homofobia pode dar até três anos de reclusão para quem for condenado. “Péssima como sempre. Espero que você entenda Patrícia que a LGBTfobia mata e não existe essa de ‘Sermos Tolerantes’”, completa.

Patrícia Abravanel sofreu críticas

Ativista LGBTQIA+ processa Patrícia Abravanel por fala sobre homofobia

Patrícia Abravanel sofreu críticas com o seu posicionamento sobre ser tolerante com a homofobia. Internautas escreveram mensagens repudiando a falar da apresentadora, enquanto alguns cantores ficaram insatisfeitos com a postura da filha de Silvio Santos.

Nesta quarta (2), Sônia Abrão também se comentou o assunto, desaprovando o comportamento de Patrícia e pedindo que ela refletisse sobre o tema. Cátia Fonseca seguiu a mesma linha da apresentadora da RedeTV! e assumiu que ficou desconfortável com a opinião da responsável pelo Vem Pra Cá.



Mais Notícias
Outros Famosos