Reportar erro
Declaração

Maisa Silva se posiciona sobre homofobia em meio à polêmica de Patrícia Abravanel

Ex-apresentadora do SBT deu apoio a comunidade LGBTQIA+

Maisa não teve a mesma opinião que Patrícia Abravanel sobre homofobia
Maisa seguiu opinião oposta ao de Patrícia Abravanel - Foto: Reprodução/SBT
Redação NT

Publicado em 01/06/2021 às 16:35:00,
atualizado em 01/06/2021 às 16:37:38

Maisa Silva usou seu perfil do Twitter nesta terça-feira (1°) e demonstrou apoio ao mês do orgulho LGBTQIA+. Ela pediu respeito a diversidade e afirmou que as pessoas não devem acreditar que ser homofóbico é uma questão de opinião. O posicionamento da apresentadora ocorre no mesmo dia em que Patrícia Abravanel recebeu críticas por declaração polêmica durante o Vem Pra Cá.

“Começou o mês do orgulho LGBTQIA+ e eu desejo cada vez mais que seus diretos sejam respeitados, que a diversidade e a representatividade cresçam, que as ações preconceituosas como homofobia e transfobia diminuam e que as pessoas parem de achar que ser homofóbico é opinião”, disparou ela.

Ela ressaltou que aprende frequentemente sobre o assunto e o quanto tem sido importante ver as pessoas batalhando para que o mundo seja mais igual. “Tenho muito orgulho de ser cercada por pessoas tão incríveis que me ensinam tanto e estão comigo desde que eu era pequena. E claro, orgulho dos meus primos que eu vejo cada vez mais lutando por um mundo mais justo e diverso”, destacou.

Maisa também demonstrou um pouco de irritação com os julgamentos de algumas pessoas contra o grupo LGBTQIA+. A artista confessou que fica incomodada com certos comportamentos e chegou a apontar números de violência contra a comunidade gay.

“Eu não entendo como a galera tem dificuldade de cuidar do que é seu apenas. E pior, ainda praticam violência contra pessoas porque elas são quem são. Isso nunca vai entrar na minha cabeça. Me dá nojo demais. Quando a gente olha as estatísticas do Brasil chega a dar um arrepio de tristeza”, completou.

A opinião de Maisa acontece no mesmo dia em que Patrícia Abravanel tratou homofobia como opinião e pediu compressão de LGBTQIA+. “Como os LGBTs, Y, H, não sei, querem o respeito, eles têm que ser mais compreensivos com aqueles que hoje não entendem direito e estão se abrindo para isso”, comentou a apresentadora do SBT.

Maisa Silva e o SBT

Maisa estreou no SBT em 2007, após Silvio Santos ficar encantado com a menina de apenas 3 anos se apresentando no Programa Raul Gil, então na Band. Contratada, ela logo virou apresentadora do infantil Sábado Animado, onde ficou até 2011. Também fez algumas apresentações do Domingo Animado (2008-2010), Bom Dia & Cia (2009-2013) e Carrossel Animado (2009-2011), além de fazer muito sucesso com a sua sinceridade e autenticidade no Programa Silvio Santos.

Em 2012, fez parte do fenômeno Carrossel, onde interpretou Valéria. Também atuou em Patrulha Salvadora (2014-2015), fez uma participação em Chiquititas (2014) e viveu a youtuber Juju Almeida em Carinha de Anjo (2016-2018). Em 2019, ganhou um programa próprio, o Programa da Maisa, que estreou na faixa das 14h15 de sábados com uma fila enorme de anunciantes. No ano passado, ela deixou o SBT.



Mais Notícias
Outros Famosos