Reportar erro
Homofobia não!

Sport recebe pedido de expulsão de conselheiro após ataque homofóbico a Gil do Vigor

Time vai se reunir para decidir sobre destino de agressor do ex-BBB

Gil do Vigor com mascote do Sport e no estádio
Gil do Vigor sofreu ataques homofóbicos de conselheiro do Sport - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 18/05/2021 às 16:51:00

O Sport Club de Recife recebeu um pedido de expulsão do conselheiro Flavio Koury, membro do time que fez declarações homofóbicas a Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, na última semana. O documento, assinado por Romero Albuquerque, foi enviado ao conselho deliberativo, que formará uma comissão ética para julgar o pedido do requerente. O caso também corre no Ministério Público, que apura o caso.

"Recebemos a representação do conselheiro Romero. O estatuto e regimento interno dizem que uma nova presidência tem até a terceira sessão ordinária para montar a Comissão de Ética da gestão, mas não vou esperar até julho, vou antecipar. Na reunião de junho colocaremos na pauta a formação da comissão", afirmou o o presidente do Conselho, Pedro Leonardo Lacerda, ao GE.

Na sexta-feira (14), o ex-BBB se manifestou nas redes sociais após sofrer homofobia por parte de um membro do conselho do Sport, seu time do coração.

Em um áudio viralizado nos aplicativos de mensagens, Flavio Koury ofende o economista, depois que o ex-BBB visitou loja e estádio do clube, em Pernambuco, e dançou sua famosa música Tchaki Tcha, que o marcou no BBB21.

"1,2 milhões de visualizações. Arretado! 1,2 milhões de pessoas achando que o Sport só tem viado, só tem bicha. Vai vender é camisa. A viadagem todinha vai comprar… Vai ser lindo!", disse  em trecho do áudio.

"Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou no bordel, eu não estava nem aí. Foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz? Isso é uma desmoralização! Isso é ausência de vergonha na cara. É isso que estamos vivendo. Não tem mais respeito por pai e filho. É a depravação. Isso é o retrato do que o PT deixou pra gente. É exatamente isso", afirmou Flavio em outra parte da mensagem.

Gilberto repudia ataques homofóbicos

Nas redes sociais, Gilberto repudiou o ataque homofóbico e avisou que tiraria o dia para espairecer, para não se machucar mais com as ofensas. A OAB saiu em defesa de Gil do Vigor e prometeu apurar conduta de conselheiro do Sport.

"Primeiro ataque homofóbico que me deparo após o BBB e posso garantir, ainda machuca MUITO! Mas sigo firme e providências serão tomadas. Tirando o dia off para não perder minha alegria por tudo que venho vivendo...... É muita dor!", escreveu Gil nas redes sociais.



Mais Notícias
Outros Famosos