Rixa do passado

Adnet é detonado por Kiabbo, ex-colega de MTV: "Engana todo mundo"

Felipe Ricotta, intérprete do personagem, desabafou contra o comediante da Globo

 Adnet é detonado por Kiabbo, ex-colega de MTV: "Engana todo mundo"
Marcelo Adnet e Felipe Ricotta, o Kiabbo (Foto: Montagem/Reprodução/TV Cultura)

Paulo Pacheco

Publicado em 24/08/2020 às 04:50:00

O Roda Viva com Marcelo Adnet, exibido na última segunda-feira (17), resgatou o primeiro grande parceiro do comediante na TV: Kiabbo. O personagem do músico Felipe Ricotta tocava violão nas paródias do futuro astro global no 15 Minutos, atração da extinta MTV Brasil, em 2008. Doze anos depois, o artista não esconde a mágoa que sente do ex-colega.

continua depois da publicidade

Citado no programa Roda Viva pela humorista Bruna Braga, Kiabbo ficou conhecido por nunca mostrar o rosto. A máscara, aliás, foi o motivo da saída de Felipe Ricotta do programa, segundo ele próprio afirmou a este repórter em entrevista de 2017 (o músico se recusou a tirar a peça do figurino como queria a MTV).

Nesta mesma entrevista, Kiabbo, que hoje se apresenta mascarado pelas ruas do Brasil, falou sobre Adnet: "Na última vez que a gente se viu, ele disse: 'Quero manter uma relação boa contigo, porque sei que você sabe muito sobre mim'". E disparou: "Como artista, eu acho ele medíocre". O sentimento do músico em relação ao ex-colega não mudou.

continua depois da publicidade

O NaTelinha teve acesso a uma longa carta escrita por Felipe Ricotta para Marcelo Adnet, publicada em seu perfil no Instagram. O intérprete de Kiabbo apagou o texto, porém a reportagem resgata abaixo seu desabafo na íntegra.

Dois dias após Adnet ter sido entrevistado no Roda Viva, seu ex-parceiro de MTV o detonou na rede social. Escreveu, por exemplo, que "me causa repugnância ver gente como ele e Felipe Neto serem tratados como artistas da maior relevância e suas opiniões gerarem todo esse burburinho como se ambos não fossem os bobos da corte que são".

continua depois da publicidade

Em outro trecho, Ricotta diz que "o discurso politiqueiro desse cara que já teve a honra de trabalhar comigo engana todo mundo sempre". O músico cita nominalmente Adnet apenas uma vez. Em toda a carta, ele o chama de "feio", como na parte em que revela um atrito entre o comediante da Globo e a família do ator José Wilker (1944-2014).

"Tem gente que chega a chamar o cara de gênio por fazer paródia! Inacreditável! Nisso, artistas de verdade são ridicularizados. Pergunte ao feio sobre o toque que a família do José Wilker deu nele. Nunca mais imitou", contou.

continua depois da publicidade

Leia a íntegra do desabafo de Felipe Ricotta, o Kiabbo, contra Marcelo Adnet:

Juro que eu tento ter algum respeito pela carreira do feio e o circo do entretenimento raso ao seu redor que só colabora pra que esse país se mantenha estagnado à mercê da cultura passiva do humor como arte soberana.

Mas é difícil.

Então quanto mais ele ganha destaque, mais dá vontade de vir aqui e deixar vocês com uma ou outra pulguinha na orelha.

continua depois da publicidade

E claro, cada vez mais tu cai na narrativa simplória do "Ricotta invejoso" criada pelos televisivos que nunca superaram o fato de que houve alguém que se recusou a aparecer no mundinho deles quando eles abriram as portas: que eu sou o errado de não admirar o queridão da galera. Que eu sou o errado de querer botar os COMÉDIA em seus devidos lugares.

Pode reparar que toda vez que me pronuncio ele nunca diz nada. Nem publicamente nem privadamente. Sabe pq? Porque ele sabe o quanto faz sentido meu argumento. Fez muito mal e continua fazendo em me menosprezar.

continua depois da publicidade

Não é a toa que ele no auge do seu deslumbramento arrogante me disse que "queria ter uma boa relação comigo" porque eu "sabia muito sobre ele". Isso pouco depois de choramingar na imprensa "pensava que Kiabbo fosse meu amigo". Atitude covarde. Tipo na minha cara dizer com lágrimas nos olhos que eu era "artista de verdade" e no programa do Multishow do Gregorio Duvivier tirar sarro da minha postura de não dar meu nome nem minha cara para uma emissora de TV por questões de integridade artística. De repente no fim da vida, vai enfim ter a dignidade pra confirmar pro público que essa história que conto é real. De repente vai até me seguir no Twitter. Rsrsrs

continua depois da publicidade

Respeito a gente tem por quem respeita a gente e por muitos anos pacientemente esperei um retorno que nunca veio porque na cabeça do feio, se tu não puxa o saco dele e não se vende pelo sucesso a qualquer custo como ele então tu é o inimigo.

Então vamos lá... me causa repugnância ver gente como ele e Felipe Neto serem tratados como artistas da maior relevância e suas opiniões gerarem todo esse burburinho como se ambos não fossem os bobos da corte que são. Como se tivessem produzido um disco conceitual incrível, um filme magistral ou um livro fenomenal... foi mal. (continua nos comentários)

continua depois da publicidade

Não me contenho mesmo. Quer dar bobagem pras pessoas? Ok. Agora porque diabos suas opiniões sobre coisas sérias importam? Nunca dão nada de profundo pras pessoas. Só nadam no raso. Tem o quê a dizer que faça alguma diferença? Tem que explicar pra eles e pra vocês que certas coisas o dinheiro não compra?

O discurso politiquento desse cara que já teve a honra de trabalhar comigo engana todo mundo sempre então faço meu melhor com as míseras armas que tenho pra oferecer um contraponto que venha a ser útil pra quem gosta de ir mais fundo nas coisas. A suposta treta pessoal que vocês adoram que uso pra fazer tu refletir sobre causas maiores.

continua depois da publicidade

Pois bem, não bastasse a cara de pau do feio em enriquecer e ganhar popularidade às custas de outras figuras públicas, vejo aqui que ele usa o termo IMITAÇÃO AUTORAL.

HAHAHAHAHAHA

Baita piada, não?

Ele e os outros que fazem carreira imitando os outros (vamos chamá-los de os BANDA COVER DO HUMOR) montam em cima de um artista ou político, se apropriam do alcance que ela tem como figura pública, passam o seu recado e depois pulam fora como sanguessugas atrás do próximo hospedeiro colhendo os louros do sucesso como se fosse mérito só deles. Tem gente que chega a chamar o cara de gênio por fazer paródia! Inacreditável!

continua depois da publicidade

Nisso, artistas de verdade são ridicularizados. Pergunte ao feio sobre o toque que a família do José Wilker deu nele. Nunca mais imitou.

Nisso, políticos nefastos que o próprio feio critica nas redes sociais têm sua imagem pública associada à algo leve como o riso. A intenção de ridicularizar e ser o ativista político que usa a piada pra fazer pensar não funciona. É um tiro que sai pela culatra. Inclusive só normaliza gente que deveria ser execrada. Alguém aí consegue fazer alguma associação entre o extinto CQC e a eleição do meme humano Thug Life Mito? É disso que tô falando. Esse papo de "sacanear quem tem que ser sacaneado" é a ladainha que ele vende pra sair bem na história pra opinião pública.

continua depois da publicidade

Então todo mundo acha lindo que o feio sacanea "as pessoas que estão em posição de poder, destaque..."

Ele só não comenta por aí é que quando faz isso, quem vira a pessoa em posição de destaque e poder é ele. Malandrão!

Diz aí, feio... tu divide o dinheiro que tu faz com publicidade com as figuras que tu imita?

Ah, mano. Na boa. Quando vocês vão acordar?

E daí tenho que vir aqui parar minha carreira que vai muito bem, obrigado, único artista em turnê na pandemia, sucesso total em todas as 12 cidades que passou até agora, pregando arte em poste pelo simples prazer de levar arte pra quem precisa, botando sorriso na cara das pessoas dentro de seus carros sem me utilizar do nome de ninguém, escrevi 100 músicas ano passado e escrevo mais 100 se o showbusiness brasileiro insistir em me ignorar... enfim, tenho que vir aqui fazer esse papel que ninguém faz de sacanear o feio e fazer o mesmo que ele faz com todos que ele imita: usar a sua imagem pra aparecer..

continua depois da publicidade

A diferença é que me presto esse papel ridículo pra desmascarar essa farsa que é esse circo midiático que vende artista medíocre como artista relevante.

Veja bem. Nada contra ele nem outros artistas medíocres como Chico Anysio, Jô Soares e Hebe Camargo que fizeram carreira na TV como comunicadores/humoristas e isso fez a opinião pública confundir popularidade com qualidade. Nunca foram grandes artistas. Foram grandes figuras públicas que encontraram no universo vazio da tv o seu ganha pão e só. Nada contra quem quer viver de dar bobagem pras pessoas. Só acho injusto tanto holofote em cima deles e muito pouco holofote nos artistas de verdade.

continua depois da publicidade

Não acha?

Depois de tanto argumento, vai continuar achando que é só o Ricotta com inveja do Adnet outra vez?

Sai dessa.