Na Justiça

Fã idosa de Anitta processa cantora e Netflix por uso indevido de imagem

Maria Ilza virou piada entre vizinhos e família após aparecer no documentário da artista

 Fã idosa de Anitta processa cantora e Netflix por uso indevido de imagem
Anitta é processada por fã idosa. Foto: Reprodução

Redação NT

Publicado em 14/01 às 11:29:00

Maria Ilza de Azevedo, fã idosa de Anitta que aparece em um dos episódios do documentário da cantora na Netflix, Anitta - Made in Honorio, entrou com um processo contra a artista e contra o serviço de streaming. Na ação judicial, a defesa de Maria Ilza avalia que as imagens da produção mostram o caráter da senhora de maneira distorcida, segundo a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

continua depois da publicidade

No episódio, Maria Ilza surge em um cômodo da casa de Anitta como se tivesse invadido a residência da cantora. Por causa das imagens veiculadas, os advogados da idosa afirmam que ela tem sido vítima de chacota por parte da família, vizinhos e amigos, que chegaram a questionar sua sanidade mental, além de ter virado piada no CTI do hospital onde faz tratamento da Covid-19.

"Autora vira o motivo da indignação e o quadro do qual ela aparece passa a ter grande importância no documentário, dando a entender que sua entrada na casa, devidamente autorizada, foi uma ingrata surpresa - um erro - do qual a Autora aproveitou-se para burlar regras, de forma clandestina, tanto é que esta chega a discutir com seus funcionários", diz um trecho da ação.

continua depois da publicidade

"Neste momento a Autora é transformada em uma 'cara de pau' que conseguiu entrar na casa da famosa Anitta, passando a ser achincalhada pelo mundo a fora, tendo em vista que Anitta é uma 'estrela global'", afirma a defesa nos argumentos iniciais do processo.

Anitta terá de responder processo de uso indevido de imagem

Ainda na ação, os advogados de Maria Ilza afirmam que o uso de imagem da idosa não foi concedido para a produção da Netflix.

continua depois da publicidade

"Para piorar, a atitude nefasta, covarde, mesquinha, das rés (Anitta e Netflix) acaba criando um mal estar na equipe de produção, que discute uma suposta falha na segurança em relação a presença da Autora (Maria Ilza)", diz outro trecho da ação.