Reportar erro
Deslumbrante

Mansão de Sean Connery está à venda por R$ 185 milhões

Ator morreu no último sábado (31)

Sean Connery sorrindo
Sean Connery faleceu no último sábado (31) - Divulgação
Redação NT

Publicado em 04/11/2020 às 10:56:57

O eterno James Bond, Sean Connery, que faleceu no último sábado (31) aos 90 anos, viveu em casas dignas de agente secreto como o 007 dos cinemas. A casa que viveu na Riviera Francesa está à venda por 25 milhões de libras, o que corresponde a cerca de 185 milhões na cotação desta quarta-feira (4).

A mansão à beira-mar dos anos 1920, construída em uma encosta de um resort urbano francês, oferece vistas magníficas do Mar Mediterrâneo. A extensa propriedade exala arquitetura clássica francesa com terreno de 24 acres e duas casas de hóspedes extras.

A casa é conhecida no local como "a casa de Sean" pelos habitantes locais. Ele comprou a mansão entre as décadas de 80 e 90.

A propriedade conta com cinco quartos, cinco banheiros, três salas de estar, academia para cinco carros, adega, piscina de água salgada e vista para o mar.

Há ainda um elevador que dá acesso a todos os ares e escadas de pedra que levam até o quarto principal, que possui portas francesas com varanda privativa.

As dependências para os hóspedes são amplas. Uma delas ainda conta com duas suítes e duas salas distribuídas em dois andares. A segunda contém dois quartos, sendo uma suíte e uma outra ampla sala de estar em plano aberto.

Confira fotos da mansão:

 

A vida e a morte de Sean Connery

Com uma carreira bem sucedida, ele ganhou dois prêmios BAFTA, um Oscar e três Globos de Ouro, Connery foi escolhido pelo escritor Ian Fleming (1908-1964) para interpretar James nas primeiras histórias do agente no cinema. O primeiro longa foi levado ao ar em 1962, tendo o título de Dr. No. Sean não era conhecido e o título 007 só veio a aparecer tempos depois.

Em 1971, depois de Diamonds are forever, o artista se afastou do personagem por 11 aos e retornou no filme Never Say Never Again, uma produção com menor orçamento e com o ator mais envelhecido. O enredo se tornou um fracasso e ele continuou buscando papéis diferentes.

Após conquistar prêmios e fazer parte de filmes aclamados, Connery participou de filmes muito criticados pelos especialistas e também que fracassaram em bilheterias. Decepcionado com o sistema de Hollywood, decidiu se aposentar e declarou que iria escrever uma autobiografia.

 

Uma das maiores estrelas do Reino Unido, a vida pessoal de Sean sempre chamou a atenção. Foi casado por onze anos (1962 a 1973) com a atriz australiana Diane Cilento, com quem teve um filho, Jason Joseph. O relacionamento foi conturbado, tanto que a atriz afirmou em sua autobiografia que Connery era um péssimo marido.

Em 1975, se casou com a artista Michelline Roquebrune Connery, vivendo ao lado dela até o fim da vida. Ele causou muita polêmica ao longo da sua vida e sempre se mostrou apaixonado pela Escócia, apesar de não ter morado no país depois que se aposentou.

TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos