Polêmica

Xuxa revela que vai processar Sikêra Jr: "Mistura de palhaço e repórter"

Apresentadora criticou postura do jornalista ao falar sobre zoofilia

Xuxa revela que vai processar Sikêra Jr:
Xuxa e Sikêra Jr. - Foto: Montagem/Reprodução

Redação NT

Publicado em 28/10/2020 às 16:01:14 ,
atualizado em 28/10/2020 às 16:13:26

Xuxa Meneghel utilizou sua coluna na revista Vogue nesta quarta-feira (28) para criticar Sikêra Jr. e afirmar que vai processá-lo por difamação, depois do apresentador da RedeTV! chamá-la de pedófila e de afirmar que ela faz apologia às drogas. “Me assusta a maldade e a ignorância das pessoas”, opinou a famosa.

A polêmica começou depois que Sikêra mostrou uma cena de zoofilia no programa Alerta Nacional, exibido pela RedeTV!, e fazer piada com a situação, sem nenhum tipo de repreensão. 

Ao opinar sobre o trabalho de Sikêra, a eterna rainha dos baixinhos entrou no assunto da postura dele em torno da zoofilia: “Parece que ele quer ser bastante popular e caricato, uma mistura de palhaço e repórter com uma postura bem forçada, desengonçada e tosca. Na imagem que eu vi ele estava rindo, debochando de um crime, zoofilia. Ao invés do apresentador dizer o quanto isso é errado, ele pede para alguém da sua equipe usar uma máscara de bicho e outra pessoa fazer a cena de estupro. Tudo isso abaixo de muitos risos”.

continua depois da publicidade

Xuxa critica Sikêra Jr.

A apresentadora tomou conhecimento do acontecido por meio da rede social de Luisa Mell, que questionou aonde estava a graça da cena e reafirmando que zoofilia é crime. Ao saber do comentário dela, Sikêra a colocou como alvo de acusações. "Pois bem, o tal senhor, ao invés de ver o erro que fez e se desculpar com as famílias que veem seu programa, começou a me atacar, me chamando de pedófila e ex-rainha. E mais, disse que ensinava crianças a não deixarem ninguém tocá-las em certos lugares do corpo", comentou Xuxa na Vogue.

Continuando o desabafo, a contratada da Record opinou que o programa da RedeTV! não deveria ser visto por crianças, por não ter um conteúdo adequado. "Esse programa não pode ser visto por criança. Uma pessoa que coloca em sua atração imagens de um animal sendo violentado e ainda encena ao vivo o horror que o bicho passou sorrindo, dando gargalhadas, passará às crianças e às pessoas que estão vendo que isso é normal ou uma piada", escreveu.

continua depois da publicidade

Xuxa se defende de acusações de Sikêra Jr.

Ainda no texto, Xuxa também abordou o tema pedofilia, que foi usado pelo apresentador para fazer críticas, citando o filme Amor Estranho Amor, garantindo que os seus advogados irão entrar em ação.

“Esse senhor disse que transar com criança é pedofilia e ele tem razão, assim como sexo com animal é zoofilia, ambos crimes. Errou ao dizer que eu fiz, aliás errou muito feio, mas isso é assunto para meus advogados. De qualquer forma, esclarecendo o que eu acredito que ele não saiba, ficção é uma coisa e realidade é outra”, esclareceu.

Ainda sobre o filme, a famosa ainda relembrou até mesmo o roteiro do longa polêmico que participou. "Há 40 anos, fiz um filme onde interpretei uma menina de 15 anos que foi vendida a um prostíbulo para ser dada de presente a um político. Uma ficção, que retrata o que se passa até hoje na vida de muitas meninas e meninos, não na minha. Muitas crianças, assim como minha personagem, são vendidas e exploradas sexualmente por pessoas que acham que tudo é permitido a seu bel prazer", explicou.

continua depois da publicidade

Já sobre a acusação de incitar o uso de drogas, ela também negou e explicou uma brincadeira feita por Sasha: “Todos sabem o quanto eu sou contra qualquer tipo de droga, ilícita ou não: não bebo, não fumo e nunca me droguei, nem por curiosidade. Minha filha, e quem me conhece, sabe disso e em um contexto bem diferente, falando da cannabis, comentou que, antes de eu morrer, deveria tomar um porre e provar maconha, ou seja, me permitir errar um pouco. Foi um comentário e não uma realidade”.

Por fim, ainda repercutiu o momento em que Sikêra contou que chegou a acompanhá-la na TV, ainda com os programas infantis, garantindo que ele não aprendeu nada. “Esse senhor disse que gostava de mim quando era pequeno. Mas que idade tem ele para dizer que me via quando pequeno? Se ele era mesmo meu baixinho, não aprendeu nada! Me agrediu por ter um público LGBTQIA+, mostrando que se transformou em um homofóbico, mal informado e que não tem compostura. Dá para entender ele não gostar de mim, já que eu sou contra o machismo, homofobia, racismo e a favor dos bichos”, garantiu.

continua depois da publicidade



Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!