Radioterapia

Com câncer, Mário Gomes explica tratamento: "É um curativo"

Ator criticou a construção de estádios ao invés de hospitais

Com câncer, Mário Gomes explica tratamento:
Mário Gomes falou sobre o câncer - Foto: Reprodução

Publicado em 02/10/2020 às 11:18:00

Por: Redação NT

Mário Gomes está tratando do câncer de próstata há um ano com sessões de radioterapia e se mostrou otimista com a recuperação, pedindo que mais hospitais fossem construídos. Apesar da doença, o ator segue cuidando do seu empreendimento e abrirá mais um quiosque no Rio de Janeiro.

“Eu faço Radioterapia de Resgate, que é, a princípio, um curativo. Como há uma lentidão de desenvolvimento do câncer, esse tratamento dá um foco à cura. Hoje em dia acho difícil esse tipo de câncer matar quem tem acesso aos equipamentos e aos remédios. Todas as pessoas deveriam ter acesso, mas não têm. Em vez de construírem estádio de futebol, deveriam ter construído hospitais”, afirmou Mário em entrevista para a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Mário trabalha como vendedor de sanduíches em seu trailer e precisou suspender os trabalhos no começo do ano para cuidar da saúde. Entretanto, nas últimas semanas, tem se preparado para inaugurar mais uma barraca no Rio. “Tivemos agora a liberação do ponto. Vamos colocar um quiosque”, relatou.

Em janeiro, em entrevista ao NaTelinha, o ator havia explicado que pretendia expandir os seus negócios. Após receber o crachá de Ambulante Legal – licença oficial da Prefeitura do Rio –, ele decidiu fazer novos investimentos. “Tenho visto a possibilidade de lojas e boxes e também conversado com algumas pessoas. Também tenho coisas na área do paisagismo, na área de móveis”, contou na ocasião.

Mário Gomes e suas filhas

Mesmo com seu quiosque de sanduíches, Mário Gomes vai filmar os filmes Recomeçar, de Alessandro Barcellos, e Quilombo: Zumbi dos Palmares. Com muita paixão pelo mundo artístico, Mário Gomes comemorou que as filhas estejam se preparando para atuar.

“Elas são muito capazes, bem preparadas, formadas em Artes Cênicas e Cinema, respectivamente. Fico orgulhoso, sem dúvidas. A gente conversa sobre os testes. É uma época um pouco amarga, em que se busca a liberdade. Está tudo muito difícil e louco no mundo, mas o trabalho delas é bem expressivo. Elas defendem as mulheres, mostram a sua força. A mulher é quem cria a humanidade, que dá à luz. Quem aqui está passou por lá. É interessante salientar isso para que haja um reconhecimento. A sociedade ainda é um pouco machista. As estatísticas são complicadas”, completou.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!