Reportar erro
Polêmica

Mário Gomes confessa caso com Betty Faria e diz que Daniel Filho o perseguiu

Ator contou sobre a perseguição que teria sofrido do antigo chefe

Tela dividida em montagem com Mário Gomes e Daniel Filho
Mário Gomes detonou Mário Gomes em entrevista - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 05/02/2020 às 11:19:43

Mário Gomes confessou que teve um caso com Betty Faria e por isso foi perseguido pelo ex-diretor artístico da Globo, Daniel Filho, por ciúmes. A situação ficou tão insustentável que ele queria sumir da emissora para não atrapalhar a carreira de outros artistas. De acordo com o Mário, com o intuito de destruir sua imagem pública, foi por este motivo que o diretor teria espalhado que ele utilizou uma cenoura como objeto sexual na época. Daniel Filho e Betty Faria foram casados entre 1973 e 1977 e tiveram um filho.

As declarações foram dadas na última terça-feira (04) à Cidinha Campos na Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro. Mário Gomes escreve um livro para contar como foi sua saída da Globo.

"O livro é uma coisa antiga que eu já venho a muitos anos com vontade de falar. Porque eu fui vítima de muita confusão da imprensa. Aquilo ( história da cenoura) foi uma tentativa de me afastar socialmente da vida. Uma tentativa de me transformar em um ser antissocial. E eles pensaram que eu iria reagir violentamente, aí os caras ficaram falando 'ele é antissocial porque uma besteirinha de nada, uma cenourinha de nada e o cara sai dando porrada'. Eu fui criado numa família gay. Eles achavam que eu tinha este temperamento de violência e tal, mas eu fiquei quietinho. Eles falaram mal do meu pai para me provocar", explicou o ator.

Sem dar detalhes sobre o que falaram do seu pai, Mário Gomes apenas contou sobre uma história de uma foto tirada nos bastidores da Globo sem seu consentimento. "Uma foto de estúdio orientada pelo diretor principal lá, que era o Daniel Filho, permitiu uma foto de estúdio que era uma coisa não permitida na época. E eu era um cara introspectivo, tímido, sensível e tive síndrome de pânico. Todo mundo achava que eu era pegador, não era nada. Era pegado", contou aos risos.

 Neste instante, a apresentadora questionou a respeito do suposto caso com a atriz Betty Faria e ele não negou:"Olha, eu tenho uma história interessante, ela foi muito criativa na maneira da abordagem. É uma coisa curiosa e vou deixar para o livro, tem muita coisa, isso não é nada perto do que tem".

E continuou desabafando: "Eu tentei a carreira de cantor para me livrar dele ( Daniel Filho). Foi uma mulher que estava se sentindo livre e que me convidou ...Eu estava afim também e a gente se juntou e ele me perseguiu".

A história da Cenoura de Mário Gomes

A radialista Cidinha Campos interrompeu Mário Gomes e fez o seguinte comentário: "É que ele era casado com a Betty Faria, não é isso? E você teve um caso com ela. Quem foi que inventou a história da cenoura? Foi ele (Daniel Filho) ou o Carlos Imperial?"

"Ai você tem que perguntar para o Daniel. Porque ele sabe bem dessa história. O Daniel estudava muito a história do cinema americano sobre o que destruía um artista. Ele tinha muitas dessas coisas. Pelo menos a Betty me falava essas coisas. A cenoura não me fez mais algum porque oito anos depois eu estourei na TV com Vereda Tropical (1984), Guerra dos Sexo (1983) e Jogo da Vida (1981). Os maiores sucesso da TV brasileira de todos os tempos. O Boni e a própria Globo deram a minha cabeça na bandeja", relembrou com certa mágoa da situação.

O ator lembra que sofreu muito nas mãos do antigo diretor global. "Eu fiz uma música para o Chacrinha e o Daniel proibiu de sair e isso acabou comigo, eu tinha auto estima muito destruída por culpa do Daniel Filho. Eu até tentei fazer carreira de cantor para me livrar dele porque eu não podia fazer nada, ele não deixava", garantiu.

E completou: "Foi muito pior que a cenoura. A perseguição profissional você vai morrendo aos poucos. Eu queria sumir da TV Globo para não incomodar meus colegas. Alguém que o Daniel me visse conversando tava queimado também. Quando eu me envolvi com a Betty eu tinha 21 ou 22 anos. Ela era alguém que iria me colocar no afeto e na sexualidade. Eu era muito imaturo".

Na última semana, Mário Gomes concedeu uma entrevista ao NaTelinha relatando seu drama contra um câncer na próstata.

Mais Notícias
Outros Famosos