Desabafo

Nany People rebate críticas sobre empréstimos: "Acham que artista não passa necessidade"

Atriz não gostou dos julgamentos de alguns internautas

 Nany People rebate críticas sobre empréstimos: "Acham que artista não passa necessidade"
Nany People rebateu críticas - Foto: Reprodução

Redação NT

Publicado em 03/09/2020 às 13:07:00,

Nany People ficou irritada com as críticas nas redes sociais após contar que recebeu dois empréstimos durante a quarentena. A atriz explicou que sua reserva acabou e procurou o banco para poder equilibrar as finanças. Ela relatou que ajudou diversos artistas no período de isolamento social.

continua depois da publicidade

“Acham que artista não passa necessidade”, afirmou Nany em entrevista para a revista Quem. “Minha reserva se acabou depois de dois meses. Aí pedi empréstimo no banco, como já fiz várias vezes na minha vida para produzir meus espetáculos”, relatou.

A atriz revelou que sempre reservou dinheiro para cerca de dois meses, mas ficou sem renda por causa da pandemia do novo coronavírus. “Meu apartamento é quitado, meu carro é próprio. Mas pago apartamento e creche de uma sobrinha, faculdade de outra, carteira de motorista. Tenho muitos amigos que foram para a casa da mamãe (na pandemia), mas eu sou a mamãe”.

continua depois da publicidade

E Nany disse que muitos amigos estão passando por dificuldades e ela tem ajudado, da maneira que pode, cada um. “Sempre ajudei muita gente, o universo retribui. Mandei umas 20 cestas básicas, mandei até dinheiro para um técnico muito querido de um filme que eu fiz que estava sem dinheiro para nada”, comentou.

Nany People rebate críticos da web

Nany People disse que não tem paciência com os julgamentos que ocorrem nas redes sociais e afirmou que muitas pessoas grosseiras usam da internet para atacar os artistas. “Pensam que artista anda de limousine e toma banho de champanhe, imagina”, desabafou.

continua depois da publicidade

“Internet é terra de ninguém e deu voz ativa a um monte de gente boçal, que ia passar a vida sem ter nada dizer. Essas pessoas têm ódio e falam coisas das quais não sabem porque têm o poder de expressão (proporcionado pela internet)”, completou.