Enfoque NT

MasterChef volta à Band com novo formato e sem velha magia

Reality não tem mais participantes para se apegar, torcer ou odiar

MasterChef volta à Band com novo formato e sem velha magia
MasterChef retorna com novo formato - Divulgação/TV Bandeirantes

Publicado em 15/07/2020 às 11:07:00 ,
atualizado em 15/07/2020 às 14:53:33

Por: Thiago Forato

O MasterChef, carro-chefe da Band, estreou sua nova temporada na noite dessa terça-feira (14) e como de costume, adentrou um pouco da madrugada. Tentando seguir os protocolos de segurança e isolamento social, o reality gastronômico apresentado por Ana Paula Padrão consagrou Hailton como campeão do primeiro episódio, mas sem a mesma magia.

O novo formato do reality culinário se adequou às normas de higiene e segurança em virtude do novo coronavírus (Covid-19), embora isso não tenha transparecido tanto. Participantes se aglomeraram e houve até quem apontasse falta de higiene por parte de alguns participantes, mas Padrão nos lembrou do tempo que vivemos quando questionou Hailton sobre o motivo dele ter feito fígado, levando-o a se emocionar. A titular do MasterChef afirmou que não poderia abraçá-lo por conta da pandemia, mas pediu que se sentisse abraçado da mesma maneira.

Apesar da tentativa da Band em criar uma nova dinâmica e em torná-la mais atrativa, o telespectador não poderá mais acompanhar a trajetória dos seus participantes favoritos por até três meses, como acontecia desde 2014. A escolha de selecionar apenas oito por episódio é válida, mas desde que fossem grupos de oito (pelo menos dois, totalizando 16), com um esquema de mata-mata ou uma dinâmica que não afetasse um dos ingredientes mais saborosos do programa: o apego pelos cozinheiros.

Com oito chefs amadores rotativos, o MasterChef mais parece um game-show, só que sem grandes emoções que transcendem a tela de quem assiste. Não há mais tempo para nada.

Até quando vai o MasterChef?

Com a nova dinâmica, o MasterChef não tem data para terminar. A diretora do programa, Marisa Mestiço, não deu um número exato de episódios que a emissora pretende fazer e o objetivo é levar o quanto puder. Ou quanto o público suportar.

O desgaste que a Band promove em relação ao programa pode ter sua última gota esgotada ainda em 2020.

Sem participantes para torcer, a emissora aposta mais na dinâmica e na pura e simples essência do programa para continuar atraindo o público: a gastronomia.

Resta saber se será suficiente.





LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!