Enfoque NT

Fotografia impecável e boa trilha sonora ditam o ritmo da estreia de "Espelho da Vida"

"Espelho da Vida" é a nova novela das seis da Globo





Kéfera e o ator João Vicente de Cas
Kéfera e João Vicente na estreia de "Espelho da Vida" - Reprodução/TV Globo

Publicado em 25/09/2018 às 19:41:32 ,
atualizado em 26/09/2018 às 11:36:37

Por: Thiago Forato

A Globo levou ao ar nesta terça-feira (25) o primeiro capítulo de sua nova novela das seis, "Espelho da Vida".

Com texto de Elizabeth Jhin e direção de Pedro Vasconcelos, a história começou com uma cena eletrizante e até brilhante da estreante Kéfera Buchmann, que faz sua primeira novela na carreira. Dentro de um filme, foi seu cartão de visitas e a razão da direção tê-la convidado para encarnar um papel tão importante.

Tendo sua gravação iniciada em cidades do interior de Minas Gerais, descobrimos a razão da não construção de uma cidade cenográfica. As locações são lindas e dão um charme maior à trama dentro de um contexto geral, tendo um crime da década de 1930 como grande pano de fundo na fictícia Rosa Branca.

A fotografia, por tabela, é de encher os olhos. A direção usou e abusou das imagens e foi um dos destaques da estreia, ao lado da trilha sonora. Rita Lee, com a canção "Minha Vida", embala o tema de abertura, totalmente condizente com o universo de "Espelho da Vida". Caiu como uma luva.

Uma das surpresas ficou por conta da promoção em relação a próxima novela das nove, "O Sétimo Guardião". José Loreto, interpretando ele mesmo em uma premiação ao lado de Mariane (Kéfera), tratou logo de dizer que a novela foi um presente de Aguinaldo Silva e Rogério Gomes, vulgo Papinha, ao ser questionado por uma jornalista sobre sua participação na próxima novela.

Com Alinne Moraes sendo um dos destaques do capítulo de estreia, ela revive a parceria com João Vicente de Castro como o mocinho. Para quem não se lembra, ou não tenha visto, em "Rock Story" eles estavam em papéis opostos: João corria atrás de Alinne. Saudades da trama, aliás...

Não posso deixar de destacar a sempre ostensiva Irene Ravache. Ao lado de Reginaldo Faria, deu um show de interpretação em mais um bom papel.

Elizabeth Jhin é especialista nesse tipo de história, mantendo um texto delicado, mas ao mesmo tempo denso, atrelando o presente ao passado, tratar de outras vidas e mergulhar de cabeça nesse universo. Com uma boa premissa em mãos, "Espelho da Vida" tem tudo para contar algo bem construído e coeso.

Depois de três novelas de época, a faixa estava precisando de um ar mais contemporâneo.

Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há 13 anos e assina a coluna Enfoque NT há sete, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele: thiagoforato@natelinha.com.br Twitter: @tforatto



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!