Reportar erro
Colunas

Enfoque NT: "Em Família" estreia com bons diálogos e elenco afinado

5fe02d978a2804fa712764887765ec1e.jpg
Divulgação/TV Globo
Thiago Forato

Publicado em 04/02/2014 às 17:19:40

A nova e provavelmente última novela de Manoel Carlos estreou nesta segunda (03) na Globo. “Em Família” reúne o que Maneco faz e insere de melhor em seus folhetins: Bossa Nova, bons diálogos sem a presença de didatismo idiota ou pieguice e construção de personagens baseada em pessoas de verdade.

Para quem está acostumado com um ritmo alucinante e personagens caricatos que fogem à realidade com características extremistas, podem deixar de acompanhar “Em Família”.

O elenco das duas primeiras fases foi minuciosamente escolhido. E agradou. Tanto a maneira de atuar quanto os traços físicos são bastante semelhantes, o que deram veracidade à continuidade da história. Entretanto, na terceira fase, que entrará no ar em breve, acabaram pecando como quando escalaram Natália do Vale como mãe de Júlia Lemmertz.

O figurino e cenografia foram retratados com muita competência nas décadas em que a trama se passava. A abertura é um show à parte, com Ana Carolina interpretando “Eu Sei que Vou te Amar”, com a foto dos personagens em uma árvore. Mesmo que baseado em montagem vendida na internet, o clipe é bem feito.

A audiência não foi boa, e o capítulo de estreia ficou com 33 pontos de média, sendo marcado como o pior desempenho de um primeiro capítulo de novela das 21h.

Cadê?

Record e SBT esperaram por alguns pontos no Ibope, que ainda não chegaram, se é que vão chegar. “Pecado Mortal” em seu novo horário deu 5 pontos e “Rebelde” marcou 6.

Mexe-Mexe

“Chiquititas” voltou a dar dois dígitos ontem. Cravou 10 pontos, índice que não era alcançado desde o dia 17 de dezembro do ano passado.

Piada

Pelé voltou a cuspir na cara do povo sem a menor cerimônia. Disse que temos três eventos maravilhosos (Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas) e que nosso país pode se encher de turistas. “Brasileiro estraga a festa. Acho que o futebol não tem nada a ver com a corrupção dos políticos. A sorte é que Deus é brasileiro e o Brasil foi campeão, então sossegou um pouco com o título nas Confederações”, falou.

É difícil acreditar que ele esteja falando sério. Para isso, resgato uma frase célebre de Romário: “Pelé calado é um poeta”. Futebol é sempre um evento para distrair o povo da realidade. O velho pão e o circo.

Off

Os telespectadores da Record News de Pernambuco estão reclamando que a emissora está fora do ar desde sexta-feira (31).

Novo recorde

O “Vídeo Show” registrou seu mais novo recorde negativo ontem: 8 pontos de média, com a participação de Caio Blat, relembrando seus personagens na Globo.

A “Sessão da Tarde” voltou a marcar um dígito com o longa-metragem “Robôs” ontem. Deu só 9.


Contatos do colunista: thiagoforato@natelinha.com.br - Twitter: @Forato_

Mais Notícias