Reportar erro
Colunas

Papo de Bola: "Rede Fuso" da Globo e sua interferência no futebol de quarta

img20111103201205.jpg
Globo cria a sua "Rede Fuso" no horário de verão
Redação NT

Publicado em 03/11/2011 às 23:10:25

Universitário 2 x 0 Vasco, pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana, foi a única partida de futebol exibida neste meio de semana pela Rede Globo (para todo o Brasil, menos no Estado de SP, que viu "Cinema Especial" com "A Volta ao Mundo em 80 Dias").

A transmissão começou dois minutos antes da bola rolar pontualmente às 21h50. 16 minutos depois, alguns segundos de silêncio e Luís Roberto soltou a frase: "você ligado no Brasil inteiro na Copa Sul-Americana!". Assim foi nesta quarta-feira (2), assim foi na anterior, assim será na próxima, assim será durante todo o período do Horário de Verão. Mas por qual causa, motivo, razão ou circunstância isso? É do que falo neste artigo.
 
Para o povo entender tal situação: "Rede Fuso" é como se conhece a programação gerada pela Globo para as regiões onde as partidas das 21h50 estão começando às 20h50 locais, por exemplo. A programação de segunda a sábado começa nos horários habituais, os mesmos da grade normal, só que com uma hora de atraso em relação a Brasília. "Globo Esporte", por exemplo, continua sendo às 12h50 locais (13h50 de Brasília). Entre as pouquíssimas exceções simultâneas à programação dos Estados que seguem a hora oficial de Brasília estão o "Jornal Nacional", o futebol e outros eventos esportivos de segunda a sábado. Logo, "Aquele Beijo" passa depois do "JN" nestas regiões sem o referido horário.
 
Só que há um problema: entre "JN" e futebol, a "Rede Fuso" precisa acomodar "Aquele Beijo" e "Fina Estampa". O espaço para tanto é de 55 minutos. Mas cada novela ocupa 40 minutos e isso faz com que os primeiros 10 a 15 minutos da partida de quarta à noite não sejam mostrados nas regiões uma hora atrasadas para Brasília. Nelas, acaba a vinheta de oferecimentos do "Futebol 2011" e não entra vinheta alguma e sim a transmissão a partir do momento em que estiver.
 
Mas acredite: ainda pode ser pior do que isso. Em Amazonas, Rondônia, Roraima e Acre, Estados com duas horas de atraso durante o Horário de Verão, apenas o segundo tempo é mostrado ao vivo. Nos horários de Brasília, a grade destes quatro Estados é assim (horários locais entre parênteses): "Jornal Nacional" às 20h30 (18h30), "Jornal 24 Horas" - tapa-buraco da Rede Amazônica - às 20h55 (18h55), "Aquele Beijo" às 21h05 (19h05), "Fina Estampa" às 22h (20h), segundo tempo do futebol às 22h40 (20h40) e "Jornal da Globo" às 23h50 (21h50).
 
Motivo para isso acontecer na "Rede Fuso": a novela das nove geralmente recebe classificação 12 anos, ou seja, só pode passar a partir das 20h locais. Antes não pode pois o órgão regulador da classificação dos programas de TV, que responde ao Ministério da Justiça, não permite. Assim, o futebol acaba pagando o pato nas regiões sem Horário de Verão, que perdem os primeiros 10 a 15 minutos da partida exibida, e mais ainda em Amazonas, Rondônia, Roraima e Acre, que só recebem o segundo tempo.
 
Apenas para constar dos autos: quando há outros eventos esportivos no meio da semana, ajustes na grade da "Rede Fuso" são feitos para que também ela possa mostrá-los ao vivo. E aos domingos não há nenhuma "rebolada" em nenhuma região assim pois toda a grade é classificação livre ou 10 anos, assim, sendo simultânea a programação de fuso horário à rede normal que segue o horário de Brasília.
 
Se ainda ficar alguma dúvida sobre as programações da "Rede Fuso", bons tira-teimas estão nas páginas de várias emissoras afetadas por ela (Globo Nordeste, Verdes Mares, Cabo Branco, Centro América, TV Morena e Rede Amazônica), acessíveis pelo site principal da TV Globo.

 

Edu César é colunista do NaTelinha e titular do site www.papodebola.com.br

Mais Notícias