Reportar erro
A próxima vítima

A Fazenda 2020: Jojo Todynho vira alvo de votos de peões na próxima roça

Parte da casa pretende colocar a cantora na berlinda na próxima semana

Jojo Todynho pensativa deitada no sofá da sede de A Fazenda 2020
Peões combinam votos em Jojo Todynho em A Fazenda 2020. Foto: Play plus/ Reprodução
Redação NT

Publicado em 26/09/2020 às 15:38:06

Lucas Maciel deixou claro que parte da casa está combinando para colocarem Jojo Todynho na próxima formação da roça. Em conversa com Lipe Ribeiro na área externa da sede de A Fazenda 2020, o apresentador foi enfático ao dizer que a cantora será alvo de votos para ir para a berlinda. Segundo Lucas, um dos votos certos é de Biel, que vem se estressando com a cantora.

"Num consenso geral, existe a galera blindada que todo mundo tem medo de votar, que é Jojo, Mariano, Jakelyne (Oliveira) e (MC) Mirella. Na visão deles, você é o bobo da corte da Jojo, você é tipo o puxa saco oficial. O próximo passo dele (Biel) é jogar ela na próxima", avisou Maciel a Lipe.

O apresentador também revelou que Stéfani Bays pode correr o risco de ser colocada em cheque. Maciel também pediu a opinião de Lipe em relação ao assunto.

"Abaixo da Jojo, a melhor posição aqui é da Stéfani. Se tiver um resta um, não sei se ela me salva ou as meninas", afirmou Lucas."Eu sou o mais neutro. Eu não fico nas conversas, sempre saio", respondeu Lipe.

Indicação de Narizinho em A Fazenda 2020

Lucas também levantou a bola sobre qual será o peão que indicado pela fazendeira Carol Narizinho direto pra roça. Lipe aposta em Rodrigo Moraes, mas não descarta a chance dele também ir para a berlinda pela loira.

"Acho muito difícil ela não mandar o Rodrigo, mas também não pode indicar com medo dele voltar fazendeiro. Sou eu ou ele. Se elas pensarem assim, elas mandam duas pessoas facilmente. Acho que tá muito cedo pra saber o voto da Carol", acredita Lipe. 

Enquanto Jojo vira alvo de peões na casa, a cantora sofreu um grande perda neste final de semana. Seu amigo de longa data, Bruno Aurélio Siqueira Brito da Silva, de 37 anos, morador do Realengo, foi encontrado morto no bairro de Senador Camará, também localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ele era técnico em telefonia e tinha quatro filhos.


Mais Notícias