Declinou

Klara Castanho foi convidada mas não quis ir ao Encontro nesta segunda

Caso envolvendo a atriz, de estupro e entrega de bebê à adoção, foi abordado no programa de Fátima Bernardes


Klara Castanho
Caso Klara Castanho: “Se ela quisesse, ela poderia ir [ao Encontro]. Não quis, mas foi chamada”, disse Mariano Boni, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (27) - Foto: Reprodução/Instagram

Klara Castanho não quis participar do Encontro desta segunda-feira (27). O programa comandado por Fátima Bernardes na Globo abordou o caso da atriz de 21 anos, que, neste fim de semana, revelou ter engravidado após um estupro e entregou o bebê à adoção. O relato teve grande repercussão nas redes sociais.

No Encontro, o assunto não foi ignorado. Fátima Bernardes conversou com Luciana Temer, advogada e professora de Direito Constitucional, que reforçou que todo aborto decorrente de estupro é legal. Além disso, a decisão da mulher de doar a criança é amparada pela lei em qualquer caso e o sigilo deve ser garantido, como explicou a especialista.

Segundo o diretor executivo de jornalismo da Globo, Klara Castanho foi convidada para participar da atração, mas não topou. “Se ela quisesse, ela poderia ir. Não quis, mas foi chamada”, disse Mariano Boni no início da tarde, em coletiva de imprensa que teve a participação do NaTelinha, sobre a reformulação da grade matutina.

Em sua fala aos jornalistas, Mariano Boni destacou que, todos os dias, a Globo precisa dar motivos pros telespectadores ligarem a TV, colocando no ar assuntos de relevância social em uma constante busca de se aproximar do público. Como exemplo, ele citou a entrevista com a especialista transmitida hoje no Encontro.

Ana Maria Braga, Fátima Bernardes e Juliana Paes defenderam Klara Castanho na manhã da Globo

imagem-texto

No Encontro, Juliana Paes pediu para comentar o caso de Klara Castanho com Fátima Bernardes. O assunto já havia abordado no primeiro bloco, sem a participação da atriz de Pantanal. “Não queria deixar de ter essa oportunidade. Eu já passei por coisa parecida, de ter algo que eu não queria que fosse contado, quando eu estava grávida.”

“Foi o próprio laboratório que acabou divulgando [a gravidez], mas isso nem se compara ao caso de Klara Castanho”, comentou Juliana Paes no Encontro. Em seguida, ela defendeu a colega de profissão e criticou o posicionamento de jornalistas que expõem a vida dos famosos. “A fama é um reflexo do nosso trabalho”, destacou.

Mais cedo, Ana Maria Braga abriu o Mais Você se manifestando sobre o caso. "Essa menina teve sua vida exposta em uma coisa que era só dela de maneira sórdida na internet, por pessoas que dizem jornalistas, comunicadores, influencers, que desconhecem a ética e o respeito humano", disparou a apresentadora.

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias