Sincero

Ary Fontoura revela não ter visto novela que protagonizou: "Quase nenhum capítulo"

No Encontro, ator também comentou trabalho em A Favorita, reprisada na Globo


Ary Fontoura em entrevista ao Encontro, na Globo
"Quando a gente faz novela, quase não pode se assistir", revelou Ary Fontoura no Encontro - Foto: Reprodução/Globo
Por Walter Felix

Publicado em 21/06/2022 às 12:05:00,
atualizado em 21/06/2022 às 12:40:28

Ary Fontoura relembrou sua carreira em participação no Encontro desta terça-feira (21), na Globo. No ar como o mordomo Silveirinha em A Favorita, o veterano relatou que não assistiu a boa parte das novelas em que atuou, por conta do excesso de trabalho decorrente da rotina de gravações enquanto as tramas estão no ar.

“Quando a gente faz novela, quase não pode se assistir. A Favorita foi uma novela que eu quase não vi, porque trabalhávamos demais. Foi um trabalho muito puxado”, recordou Ary Fontoura, em entrevista a Fátima Bernardes. Na trama, ele interpreta um personagem central na rivalidade entre Flora (Patrícia Pillar) e Donatela (Claudia Raia).

Ary também revelou: “Outra novela que eu não vi e que agora está no Globoplay e faz bastante sucesso é Amor com Amor se Paga. Não tinha visto quase nenhum capítulo, a não ser o primeiro. Agora, tenho visto. Poxa, a novela não envelheceu. As histórias eram boas e permanecem para sempre”.

Na trama exibida na Globo em 1984, ele interpretou um dos papéis mais marcantes de sua carreira: o avarento Seu Nonô. “É um personagem que existe há muitos e muitos anos. É centenário. Existe na obra do Moliére que foi adaptada pela Ivani Ribeiro”, classificou o ator, que contou estar completando 74 anos de carreira e 89 de vida.

Ary Fontoura impôs condição para criar redes sociais na pandemia: "Foi uma surpresa"

Ary Fontoura revela não ter visto novela que protagonizou: \"Quase nenhum capítulo\"

Ainda no Encontro, Ary Fontoura recordou o início da pandemia da Covid-19, que o aproximou das redes sociais. O ator contou à Fátima Bernardes que estava em São Paulo quando tudo começou a acontecer e ficou 10 meses isolado em um apartamento, quando recebeu a sugestão de um assessor para criar uma página no Instagram. "Foi uma surpresa", disse ele.

Sem saber como utilizar tecnicamente a página, Ary disse que foi orientado pelo assessor para se concentrar apenas no conteúdo, narrando sua rotina e o que estava fazendo enquanto confinado, mas impôs uma condição: a de que pudesse se comunicar com seus fãs. "Se der pra eu me comunicar com as pessoas, aí eu quero", afirmou.

Atualmente com 4,2 milhões de seguidores no Instagram, Ary faz sucesso com posts, receitas e usando fantasias. "Estamos aproveitando as possibilidades que essa página oferece", garantiu ele, lamentando que já não se faz mais uso das cartas e telegramas, como ocorria até alguns anos atrás.

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias