Reportar
erro
Confira

Footloose, Ritmo Louco: Demissão, ator infiltrado e história baseada em fatos reais

Musical estrelado por Kevin Bacon vai passar na tarde deste sábado na Globo


Lori correndo ao lado de Kevin Bacon
Footloose marcou a geração dos anos 1980 - Foto: Reprodução
Por Natasha Amaral

Publicado em 19/03/2022 às 11:02:00

Clássico musical dos anos 80, Footloose: Ritmo Louco vai ao ar na tarde deste sábado (18) na Globo. A obra estrelada por Kevin Bacon e Lori Singer aborda a rebelião adolescente e repressão no prazer pela arte, com uma combinação magnífica de coreografias de dança e grandes performances. Apesar de mal recebido pela crítica da época, o filme tornou-se um sucesso de bilheteria, arrecadando quase 80 milhões de dólares apenas nos Estados Unidos, dez vezes mais que seu custo de produção.

Na trama, Ren MacCormack é um jovem de Chicago e, no terceiro ano do ensino médio, ele sai da cidade grande e se muda com sua mãe (Lee McCain) para a pequena cidade de Bomont, no interior. Além de toda adaptação com o novo estilo de vida, Ren, apaixonado por dança e fã de artistas como David Bowie, The Police e Men at Work, ainda precisa lidar com uma lei absurda do ministro local, que proibiu dança e rock na região.

Confira cinco curiosidades sobre Footloose, Ritmo Louco:

Roteiro de milhões

Footloose, Ritmo Louco: Demissão, ator infiltrado e história baseada em fatos reais

Dirigido por Herbert Ross, Footloose custou aos bolsos dos estúdios a bagatela de cerca de 8 milhões de dólares. No entanto, apesar de mal recebido pela crítica, surpreendeu e faturou, somente nos Estados Unidos, US$ 80 milhões.

Baseado em fatos reais

A lei contra música e dança abordada não foi apenas uma situação criada para o filme. Na verdade, a lei foi colocada em vigor na cidade de Oklahoma, e "Footloose" foi a primeira dança pública a acontecer no lugar, desde a sua fundação, em 1861.

Pés especiais

A clássica cena de abertura com foco nos pés dos personagens também guarda uma curiosidade interessante: Mais de 150 diferentes pares de pés foram filmados, dentre pessoas do elenco e equipe. Ah, o dançarino com os sapatos de ouro era Kenny Loggins.

Ator infiltrado

Com o conhecimento do diretor, Kevin Bacon, com 24 anos na época, participou da Escola Payson de Utah como "Ren McCormack", um estudante de transferência da Filadélfia para estudar seu papel. Com gravata estreita e um corte de cabelo new-wave, ele foi tratado muito bem, assim como no filme.

Demissão polêmica

Footloose, Ritmo Louco: Demissão, ator infiltrado e história baseada em fatos reais

Michael Cimino foi originalmente contratado como diretor, mas acabou perdendo o posto para Herbert Ross. Cimino foi demitido quando pediu um "pequeno" adiantamento de US$ 250.000 para re-escrever o roteiro inteiro antes de começar a fotografar.

Bônus: Indicação ao Oscar

O grande sucesso da obra deve-se à trilha sonora, aclamada pelo público e indicada ao Oscar de Melhor Canção Original, por meio das músicas "Let’s Hear It For The Boy" e o próprio hit "Footloose", que também concorreu ao Globo de Ouro. Sem conseguir levar nenhum desses prêmios para casa, Miles Goodman, Kenny Loggins, Dean Pitchford e Tom Snow, responsáveis pela direção musical do longa, acabaram consagrados com um Grammy Award.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias