Susto

Afastado do JN, William Bonner publica exame de Covid-19 e faz aviso

Apresentador se afastou do programa após Renata Vasconcellos testar positivo


William Bonner de máscara
William Bonner publica exame de Covid-19 - Foto: Reprodução/Globo
Por Redação NT

Publicado em 11/01/2022 às 11:55:44,
atualizado em 11/01/2022 às 11:58:35

William Bonner usou as redes sociais, na manhã desta terça-feira (11), para compartilhar com seus seguidores que testou negativo para a Covid-19. O âncora do Jornal Nacional havia se afastado do telejornal após Renata Vasconcellos testar positivo para a doença. De acordo com Ancelmo Gois do jornal O Globo, a jornalista segue apenas com sintomas leves.

"Vejo vocês no Jornal Nacional. Obrigado pelo carinho. Logo logo a Renata Vasconcellos vai estar de volta à nossa batalha. Saúde para todos", anunciou ele.  Confira:

Assim que descobriu que a colega de bancada estava com Covid, na segunda-feira (10), Bonner compartilhou que realizou o teste PCR e se isolou. "Sintomas: nenhum. Mas, pela segurança de todo mundo, o protocolo é ficar isolado até obter o resultado negativo do PCR. Amanhã saberemos".

William Bonner viraliza após rebater Jair Bolsonaro

Na última quinta-feira (6), William Bonner viralizou nas redes sociais após detonar o presidente Jair Bolsonaro ao vivo após ele minimizar a morte de crianças por Covid-19.

“As declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre as mortes de crianças por Covid afrontam a verdade e desrespeitam o luto de milhares de brasileiros parentes e amigos das mais de 300 vítimas, de cinco a 11 anos. O presidente também desrespeita todos os técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ao questionar qual seria o interesse do órgão com autorização da vacinação de crianças. O interesse da Anvisa está expresso na lei que a criou: Coordenar o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária em defesa da saúde da população", diz parte da crítica de Bonner.

"O quarto artigo da lei determina que a agência atue como entidades administrativa independente e que as prerrogativas necessárias ao exercício adequado de suas atribuições sejam asseguradas. Não é isso que o presidente tem feito, ao ameaçar divulgar nomes de integrantes da Anvisa que aprovaram a vacinação infantil e agora o questionar a lisura do órgão", continuou.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias