Reportar erro
Memórias da Telinha

Há 20 anos, especial de Roberto Carlos na Globo foi acusado de "piratear" MTV

Roberto Carlos tem contrato de exclusividade com a Globo

Roberto Carlos cantando em especial
Roberto Carlos é presença no final de ano da Globo - Foto: Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 22/12/2021 às 06:11:00

Tradição no final de ano da Globo, Roberto Carlos marcava presença também há exatos 20 com um especial que teve um ingrediente a mais: a acusação que teria sido uma cópia de um programa gravado pela MTV em maio de 2001 no famigerado Acústico da emissora. Em um acordo feito entre as partes, a MTV cedeu e a Globo foi quem gravou com equipamentos e profissionais próprios o concerto.

As semelhanças daquele Acústico MTV, que nunca foi ao ar, irritaram a direção do canal de música. O cenário clean em azul, e até convidados idênticos como Tony Belotto, Samuel Rosa e Milton Rosa foram itens que chamaram a atenção. "Todo mundo que quiser [ver o show] vai assistir ao da Globo. O nosso, ninguém poderá ver. Acho bom mostrar para formadores de opinião. As pessoas poderão comparar e comentar", explicou a diretora de programação da MTV na época, Cris Lobo.

A profissional apontou, ainda, os motivos que a incomodaram nesse imbróglio todo. "O que me incomodou foi eles terem chamado os mesmos convidados. Espero que não copiem", desejou ela. A Globo, por sua vez, garantiu que a semelhança entre os programas terminaria na base musical.

"Ambos se baseiam no novo CD, mas toda a direção artística - as tomadas de câmera, a edição e os cortes - faz com que os produtos sejam bem diferentes. Cada um tem sua própria assinatura e linguagem", acrescentou Roberto Talma ao Jornal do Brasil.

Roberto Carlos no Acústico MTV

Sonho antigo do cantor, Roberto Carlos cantou 11 das 17 músicas que gravou para a MTV na Globo. Vieram ainda os mesmos arranjos e convidados. O Rei, na tentativa de realizar esse sonho, recebeu um "não" do canal carioca, mas prometeu algo nesses moldes em seu especial de final de ano.

Como saída, Roberto Carlos acreditou que poderia captar o show com seus próprios equipamentos e exibi-lo depois. Na hora do vamos ver, a MTV simplesmente impediu a entrada das câmeras da Globo alegando que nada daquilo havia sido combinado.

Como acordo, a MTV propôs que as duas exibissem o Acústico, mas não teve jeito. A emissora musical produziu dois clipes para divulgar o trabalho (Todos Estão Surdos e Eu Te Amo, Te Amo, Te Amo). Transmitidos todos os dias no Supernova, ajudou a Sony a vender 1,5 milhão de cópias do Acústico em apenas seis meses. O DVD, com a imagem autorizada, rendeu 100 mil cópias vendidas.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias