No Encontro

Juan Paiva diz que ser pai aos 16 anos foi "desesperador"

Ravi, de Um Lugar ao Sol, é pai de Analice, de sete anos


Juan Paiva de blusa preta segurando microfone e com expressão séria
Juan Paiva bateu um papo com Fátima Bernardes no Encontro deste sexta (26) - Reprodução/TV Globo

Juan Paiva foi um dos convidados do Encontro com Fátima Bernardes desta sexta-feira (26). Assim como Ravi, seu personagem em Um Lugar ao Sol, o ator foi pai ainda na adolescência. "Eu fui pai com 16 anos. Cara, no início é desesperador, mas é aquilo, viver o presente, dar um passo de cada vez porque Deus abençoa. Acredito muito e vem me abençoando", disse o carioca, que se derreteu ao falar de Analice, de sete anos.

"Minha filha 'tá' em uma fase muito gostosa da vida. Está aprendendo a ler, a escrever, e toda hora vem com uma novidade. E eu me divirto muito com ela, é engraçada. Já está querendo ter a independência, se veste sozinha, se maquia", contou.

Fátima perguntou como foi a reação da família de Juan ao descobrir que o jovem teria uma filha. Juan explicou que recebeu todo o apoio que precisava dos pais. "Minha mãe, meu pai e a minha sogra foram importantíssimos nesse momento de gravidez da minha companheira. Eu sou muito grato. Desde sempre, minha mãe falava pra mim 'não vai deixar de estudar, eu 'tô' aqui com você, você continua aí seguindo seus sonhos, seus objetivos, vai dar tudo certo'. Eu confiei e, graças a Deus, 'tá' dando tudo certo", disse.

O parceiro de Cauã Reymond na novela das nove ainda falou que a filha já entende seu ofício e, com menos de um ano de idade, reconheceu o pai na TV. "A primeira vez ela me reconheceu, ela tinha oito meses e passou uma cena em Totalmente Demais, e ela apontou 'ai, papai, papai', e isso foi muito legal. Tem um vídeo meu na minha rede. Ela foi crescendo com isso, foi se acostumando, em outros personagens me chamava pelo nome do personagem de brincadeira, 'na zoeira' ali'", revelou, contando ainda que já percebe um 'quê' de artista na pequena.

Juan Paiva confessa que já teve medo de sofrer a mesma injustiça de Ravi

Durante sua participação no Encontro desta sexta, Juan Paiva confessou que já teve medo de ser injustiçado como o Ravi, em Um Lugar ao Sol. O ator viu a cena em que o personagem foi preso por roubo enquanto pegava do chão um celular que o verdadeiro ladrão havia deixado cair. "Ele simplesmente foi pegar um celular, foi fazer uma bondade que faz parte dele, foi entregar o celular. E aí, quem olha de fora, que já tem esse preconceito, esse lugar estranho, acabou punindo ele de um jeito ruim", pontuou.

Fátima Bernardes quis saber se, em algum momento da vida, Juan teve medo de que isso acontecesse com ele ou com algum amigo e o ator foi enfático. "Claro, né, eu sou um jovem negro, favelado, sou do Vidigal. Então, desde sempre eu ouço a minha mãe dizendo 'vai na esquina, leva a identidade, cuidado com isso, cuidado com aquilo'. E aí, cara, tem horas que não dá pra gente viver tranquilo, porque toda hora a gente fica preocupado com alguma coisa que pode acontecer. E, quando acontecer, a gente tem que 'tá' preparado também, agir na educação, no respeito", concluiu.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias