Reportar erro
Dia da Consciência Negra

No É de Casa, Thiaguinho dispara: "Se Jesus estivesse na Terra hoje, seria preto"

Cantor participou do programa da Globo ao lado do cantor gospel Eli Soares

Thiaguinho no É de Casa, sorrindo e de blazer cinza com camiseta branca por baixo
Thiaguinho falou sobre racismo no É de Casa deste sábado (20) - Reprodução/TV Globo
Redação NT

Publicado em 20/11/2021 às 10:29:51

No 'Dia da Consciência Negra', Thiaguinho foi um dos convidados do Promessas, quadro do É de Casa. Ao lado do cantor gospel Eli Soares, o artista falou sobre fé e racismo com a repórter Patrícia Fasano. Ao ser questionado sobre o que Jesus 'tinha de preto', o ex-marido de Fernanda Souza deu sua opinião. "Eu tenho certeza absoluta de que, se Jesus  estivesse na Terra hoje, seria preto", respondeu. "Eu acho que, principalmente, Jesus tinha de preto o fato de as pessoas olharem ele diferente. Jesus não foi recebido de braços abertos, pelo contrário. Ele teve que encontrar caminhos para levar a mensagem dele", continuou Thiaguinho.

O cantor disse que sente que as pessoas pretas também têm que encontrar caminhos para levar o que têm de bom. "E encarar isso com amor. Acho que o povo preto, no mundo e no Brasil, é um povo muito amoroso. Porque, se a gente prestar atenção no quanto a gente sofreu e no quanto a gente sofre, e continuar sorrindo pra todo mundo e continuar tratando todo mundo com igualdade... Porque o negro trata todo mundo com igualdade, trata todo mundo bem, inclusive, as pessoas que nos tratam mal", pontuou. Eli Soares concordou com o colega. "Porque a resposta pro mundo é o amor. A resposta pra ofensa, a resposta pra maldade é o amor. Não se vence o mal com o mal porque são forças iguais. Só se vence algo com uma força maior, e a força maior que nós temos é o amor.

Thiaguinho disse que considera fundamental o 'Dia da Consciência Negra' no Brasil. "O racismo é um problema muito sério que existe no nosso país e que tem que ser debatido cada dia mais. Não somente pelos pretos e, sim, também pelos brancos. Acho que, principalmente, pelos brancos.  Porque nós somos os oprimidos, né? Não somos os opressores nesse sentido. É uma questão estrutural, uma questão muito além de as pessoas acharem que 'não, eu não sou racista porque eu acho que todos somos iguais'. Tá, mas nós não estamos vivendo em condições iguais há muito tempo", pontuou o cantor, acrescentando que acha que as coisas estão mudando, mas que muitas coisas precisam acontecer.

Eli Soares também deu sua opinião sobre a questão. "Não somos quem queríamos, não somos quem deveríamos. Mas, graças a Deus, já não somos quem éramos. A gente está em uma caminhada. A estrada ainda é longa, temos muito chão pela frente, mas já tivemos avanços. Mas isso não significa que já 'tá' bom, que a gente pode parar por aqui. É uma bandeira que precisa ser levantada cada dia mais, com mais força", disse ele, finalizando com a afirmação de que o povo preto é um povo resiliente.

Thiaguinho e Eli Soares cantaram juntos a música Veraneio, louvor escrito pelos dois.

Thiaguinho tem faturamento bilionário como empresário divulgado pela Forbes

Thiaguinho teve valor de faturamento bilionário divulgado. Mesmo longe dos grandes shows no período da pandemia, o famoso tem conquistado bons números por conta do seu lado empresário.

Segundo informações da revista Forbes, o cantor tem conseguido R$ 2 bilhões por ano investindo no ramo artístico, e ainda gerindo a própria carreira por meio de sua empresa Paz & Bem.

Em 2009, ele criou o projeto de uma editora, que se tornou a responsável pela administração de suas canções e obras. Apesar da música ainda ser a grande responsável pela maior parte da renda, a publicidade também se destacou.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias