Reportar erro
Paz

Briga entre Globo e Conmebol sobre rescisão da Libertadores chega ao fim: "Respeito"

As partes chegaram a um acordo

Logotipo da Libertadores
Globo poderá brigar novamente pelos direitos da Libertadores - Foto: Divulgação/Conmebol
Redação NT

Publicado em 25/10/2021 às 15:17:00,
atualizado em 25/10/2021 às 15:36:00

A Conmebol usou seu perfil do Twitter nesta segunda-feira (25) para comunicar que a briga na Justiça entre a entidade e a Globo chegou ao fim. As duas partes disputavam um processo na Suíça sobre a rescisão do contrato dos direitos de transmissão da Taça Libertadores de 2019 e 2022.

“CONMEBOL e Globo chegaram a um acordo e decidiram encerrar a arbitragem em curso na Suíça por conta da rescisão do contrato de direitos da Copa Libertadores de 2019 a 2022. O entendimento reforça o respeito que sempre pautou a parceria de longa data entre as instituições”, relatou a entidade.

Com a pandemia da Covid-19, o futebol foi paralisado em todo mundo no ano passado e afetou as finanças de várias empresas do mundo, inclusive a Globo. A emissora então resolveu rescindir o contrato dos direitos de transmissão da Libertadores unilateralmente e gerou uma crise com a Conmebol.

O caso foi parar na Justiça e a entidade que cuida do futebol sul-americano decidiu impedir que o canal carioca participasse das licitações para comprar os direitos das competições, como a Copa América. Sendo assim, quem se beneficiou foi o SBT, que tem exibido os torneios continentais desde 2020.

Globo vai brigar pela Libertadores

Com as pazes selada entre Conmebol e Globo, a emissora poderá disputar as competições internacionais. Inclusive, em reportagem publicada no ge.com, a empresa já deixou claro que brigará pelos direitos de transmissão de 2023 a 2026.

No começo de outubro, Fernando Manuel Pinto, diretor de Aquisição de Direitos Esportivos do Grupo Globo, havia dito ao jornalista Mauro Cezar, do UOL, que a empresa estava se preparando para lutar pelos direitos do torneio.

"A Libertadores é um produto que sempre interessou e sempre interessará à Globo, a Globo não deixou de renovar um direito de Libertadores, houve um episódio muito marcante, não apenas para a mídia, para o Brasil, acho que para o mundo todo, com o impacto muito severo ano passado, a questão da pandemia, esse contrato que teria vigência da Globo com a Conmebol até 2022 foi rescindido e, enfim, eu acho que esse é o quadro sobre a Libertadores".

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias