Reportar erro
Libertadores

Galvão Bueno comanda volta do futebol às quartas na Globo, em guerra com a Conmebol

Galvão Bueno, Caio Ribeiro e Walter Casagrande Jr.l
Galvão Bueno contou com a companhia de Caio Ribeiro e Casagrande na transmissão - Reprodução/TV Globo
Naian Lucas

Publicado em 07/02/2019 às 18:59:08

A Globo e a Conmebol estão em pé de guerra em relação à exibição dos patrocinadores durante as transmissões da Taça Libertadores da América. Chegou até a ser cogitada a possibilidade da emissora não levar ao ar o jogo entre Talleres e São Paulo, na noite desta quarta-feira (06). Porém, a entidade e a emissora carioca deram uma trégua temporária sobre o caso e a partida foi transmitida, apesar do delay de cinco segundos, com narração de Galvão Bueno.

Divulgada com pompa, a direção do canal precisou mexer em toda sua programação, antecipando os seus produtos antes das 21h30. Com todo esforço para adequar a grade para exibição do jogo, a Vênus Platinada escalou sua equipe completa para a cobertura.

Galvão Bueno, conhecido por narrar partidas decisivas, jogos da seleção brasileira e Fórmula 1, comandou os trabalhos. No ano passado, o profissional foi o grande chamariz para chamar atenção do público e dar um diferencial aos confrontos da Libertadores.

O narrador, por exemplo, foi quem esteve à frente de Boca Juniors e Palmeiras nas duas partidas das semifinais da competição sul-americana. Porém, o primeiro jogo do torneio exibido pela Globo, Vasco da Gama x Universidad Concepción, Luís Roberto é quem ficou responsável, no qual o time brasileiro ganhou por 4 a 0.

O canal do Rio de Janeiro tem divulgado à imprensa que o investimento no futebol será mais alto do que nos últimos dois anos. Por conta disso, a tendência é que Galvão seja mais utilizado pela emissora para as partidas internacionais dos clubes brasileiros e finais das competições nacionais.

Imbróglio com a Conmebol e clubes brasileiros

Mesmo sendo detentora da maioria dos jogos do Campeonato Brasileiro, a Globo tem enfrentado uma batalha nas negociações com o Athletico Paranaense e o Palmeiras. Isso porque os dois clubes estão dificultando para fechar um acordo com a Vênus Platinada para exibição das suas partidas.

A Turner, dona do Esporte Interativo, é quem vai transmitir os jogos das duas equipes na TV paga, contudo, apenas quando elas se enfrentarem, já que outros times fecharam com a Globo. Para que não ocorra uma possível não exibição de Corinthians x Palmeiras, por exemplo, será necessário que as emissoras entrem em acordo.

Galvão Bueno comanda volta do futebol às quartas na Globo, em guerra com a Conmebol

Já o problema com a Conmebol é em relação aos patrocinadores. A entidade que cuida do futebol da América do Sul quer que a emissora carioca exiba os patrocinadores da Copa Libertadores da América, enquanto o canal brasileiro afirma que tem seus anunciantes e não pode seguir a recomendação da confederação de futebol.

Ontem por exemplo, a Globo transmitiu Talleres-ARG x São Paulo com delay para ter tempo de cobrir as marcas dos patrocinadores exibidos abaixo do placar.

A briga nos bastidores da emissora deve continuar e não há qualquer indício que ela saia vitoriosa. As próximas semanas serão decisivas para o fim do imbróglio.

Mais Notícias