Reportar erro
Exclusivo

SBT aposta em tecnologia e vê futuro no modelo de streaming gratuito

Empresa quer ter maior alcance na internet

SBT Vídeos
SBT Vídeos é o futuro da emissora - Foto: Reprodução
Naian Lucas, com Sandro Nascimento

Publicado em 02/09/2021 às 11:07:00,
atualizado em 02/09/2021 às 11:18:19

O SBT completou 40 anos em agosto e vem investindo em alta tecnologia ao se preparar para o futuro e a segunda tela. Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, Fernando Pensado, head de inovação da empresa, contou que pretende otimizar e ampliar o portfólio da plataforma SBT Vídeos e enxerga o modelo sem assinatura, mas com propaganda (AVOD) como forma de viabilizar o projeto de streaming da emissora. O executivo também conta que o SBT vai canalizar investimento em games e prepara um novo aplicativo para atender as demandas do setor comercial, o SBT Ads.

“A gente está tratando com muito carinho (SBT Vídeos), numa frente de melhorar a experiência. Ainda não está da forma que a gente quer, tem desafios aí, mas estamos com muita atenção da diretoria e todos os acionistas acompanham esse produto com muita atenção. Sabemos que temos uma longa jornada para fazer, porque qualquer movimento neste universo de streaming requer bastante investimento”, afirmou o executivo.

E prosseguiu: “A gente está desenvolvendo no SBT Vídeos algumas iniciativas de melhorar a experiência do consumidor, principalmente. Ver como o público está se comportando com os diferentes tipos de conteúdo, quais são as características principais que eles querem consumir nesta oferta”.

“Também estamos agregando o contorno de terceiros, trazendo parceiros de conteúdos em um modelo que faz sentido para o parceiro, na visibilidade e na receita que ele pode gerar, sempre no conceito de publicidade. É um caminho natural do futuro da televisão, isso já está acontecendo. Mas estamos fazendo alguns experimentos antes de entrar com tudo e a emissora está fazendo esse projeto com muita atenção”, acrescentou.

O modelo do SBT Vídeos se aproxima da Pluto TV, streaming grátis do Grupo ViacomCBS, que se chama AVOD (Advertising-Based Video on Demand), formato que une conteúdo sem assinatura e espaço para publicidade. No segundo trimestre de 2021, de acordo com o CEO da Pluto TV, a plataforma presente em 25 países alcançou US$ 1 bilhão em faturamento.

“A gente entende que o modelo mais natural com a TV aberta e tem mais a ver com a nossa fortaleza. A empresa disponibiliza o SBT Vídeos de forma gratuita para o consumidor e rentabiliza em forma de publicidade. Pretendemos trazer investidores que queiram ter exposição de marca”.

Para atrair público, o SBT Vídeos negocia contratos com produtoras para aumentar o acervo do streaming. Além disso, o serviço abraçará as afiliadas do canal para conquistar o telespectadores de todo o Brasil.

“O SBT Vídeos tem um caminho grande para continuar crescendo no acervo de conteúdo. Já temos alguns contratos no gatilho e estamos carregando isso. A gente deve aprofundar o conteúdo regional e local. O SBT tem mais de 100 emissoras espalhadas no Brasil e muitas delas acabam gerando conteúdo relevante não apenas de jornalismo, mas também de entretenimento e esporte. O SBT Vídeos está focado em entretenimento”, comenta Fernando.

E acrescenta: “Nós pretendemos integrar tudo isso com a nossa rede de afiliadas para que possam está consumindo estes conteúdos e também pretendemos expandir a oferta diferentes plataformas de consumo de aparelhos conectados”.

SBT e os desafios do futuro

SBT aposta em tecnologia e vê futuro no modelo de streaming gratuito

O SBT foi responsável por sempre inovar. Em 2010, acabou sendo a primeira plataforma a lançar um aplicativo mobile de televisão. Agora o SBT Vídeos é um projeto que busca ligar o público da TV com internautas. “Temos o SBT Vídeos, que está numa evolução. Ele começou como uma forma de juntar o conteúdo do SBT e agora está no aplicativo. Tem uma equipe dedicada nisso que é o SBT Vídeos”.

Fernando conta que  haverá o lançamento do SBT Ads, uma ferramenta para vai agilizar a relação do SBT com agências de propagandas e anunciantes. O foco será customizar campanhas e aproximar marcas regionais da TV aberta. "Nós estamos trabalhando, já fizemos alguns pilotos e estamos na expectativa de lançar no fim do ano está plataforma para que permita o anunciante  fazer o autoserviço. Qualquer marca, de qualquer porte, possa anunciar dentro das plataformas do SBT, tanto no digital quanto na TV”, detalha.

“A gente tem que experimentar, não existe receita pronta. Cada tipo de empresa tem uma estrutura diferente e que permite fazer mais teste ou menos teste. O SBT está numa fase muito positiva, é uma nova era. Todo esse processo foi discutido pelo (José Roberto) Maciel - CEO do SBT - e diretores estão apostando nesta transformação e está acontecendo”.

SBT Games

Além de conteúdos em vídeo, o SBT tem investindo no universo de games. “Tem a frente de games que estamos apostando. E aí tem duas fases: tem o SBT Games na parte de produção de conteúdo, engajamento com a comunidade Will, ele é o responsável pelo SBT Games, que é a produção de conteúdos para esse público. Então tem uma série de conteúdos de vídeos, lives com diversos influenciadores, tem uma série de conteúdos que alguns são até disponibilizados no SBT Vídeos”, revela.

“E tem a outra frente que é a produção de jogos casuais. O Show do Milhão é um exemplo, que fizemos no começo do ano. Tem bastantes jogadores, mais de 300 mil por mês jogando. Temos outros jogos que vamos lançar nos próximos meses. Alguns jogos têm relação com a programação e outros são relacionados ao perfil do nosso público, como Quebra-Cabeça, jogos de desafios um contra o outro. São jogos que conversam com o nosso público. A ideia é essa, ter um grande catálogo de jogos, mas a gente começa pequeno. A gente olha grande, mas começa de uma forma bem realista, passo a passo, avaliando e crescendo gradativamente”, detalha Pensado.

SBT e a tecnologia interna

Além do serviço pensado para o público, há também um trabalho extenso na parte interna da emissora para melhorar o dia-a-dia dos funcionários, clientes e parceiros comerciais da empresa. “Tem uma série de ações que estamos desenvolvendo aqui nas diferentes áreas para ajudar a ter maior efetividade, desde os processos mais simples até os mais difíceis. Isso vai deixar a empresa mais rápida para responder de forma imediata o público”, revela. A tecnologia de ponta implantada nos novos estúdios do SBT Rio, inaugurados em agosto, será o padrão para toda rede SBT.

O trabalho interno atingiu o setor de recursos humanos e na organização de caravanas do canal. “E há outras frentes, como auxiliar o processo das caravanistas para formar processo de acesso aqui ao SBT muito mais rápido e prático como também o processo no RH, jurídico para poder atender o cliente e dar uma solução mais prática e rápida possível”.

“A equipe de TI tem feito um grande trabalho com a equipe do RH para tornar nosso sistema mais prático e rápido. A equipe comercial tem feito uma inteligência, trazendo uma tecnologia que está sendo implementada para transformar o processo de distribuição melhor”, conclui.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias