Reportar erro
Bomba

Casa de Agnaldo Timóteo é atacada e sobrinho diz: "Sabemos quem é"

Imóvel do cantor foi invadido e apedrejado

Sônia Abrão e Bruno Talamo no A Tarde é Sua
Timotinho falou sobre o assunto - Foto: Reprodução/RedeTV!
Redação NT

Publicado em 25/08/2021 às 16:45:00

A casa de Agnaldo Timóteo (1936-2021) foi atacada nesta semana e o sobrinho do cantor acusou a mãe de Keyty, filha adotiva do músico, de ser a responsável pelo crime. Ele comentou que é a segunda vez que esse tipo de ação ocorre no imóvel e que providências estão sendo tomadas.

“Todo esse ocorrido se passa pela mãe da Keyty, que tem feito badernas. Não é a primeira vez, é a segunda. Estou em conjunto com os colegas e autoridades para revertemos isso. Mas já sabemos quem é. Estou tomando minhas providências, mas infelizmente a gente não consegue parar ela”, afirmou.

A declaração foi dada no programa A Tarde é Sua desta quarta-feira (25). Sônia Abrão ficou chocada com a informação e demonstrou indignação com o caso, apesar de não reforçar a acusação de Timotinho. Ela abriu espaço para a mãe de Keyty e deixou claro que todos os envolvidos na história podem se pronunciar em relação ao episódio.

O advogado de Timóteo também falou com o programa e falou sobre o assunto. “Lamentavelmente, vocês noticiaram essa semana que passou que houve um atentado na casa do Agnaldo Timóteo, na Barra da Tijuca. Quebraram aquele vidro da frente, o que nos deixou muito triste. Mas já informo que vamos colocar o vidro de volta para proteger a casa novamente. Diga-se de passagem, isso foi custeado por mim, já que o Agnaldo Timóteo não deixou nenhuma verba para isso”, comentou Sidnei Lobo.

Atentado contra a casa de Agnaldo Timóteo

Sidnei seguiu falando do acontecimento. “Dois indivíduos hoje, às duas horas da manhã, pularam o muro da casa do Agnaldo Timóteo, colocaram fogo numa mochila e tentaram colocar fogo na faixa de venda-se e de aluga-se que colocamos lá. É lamentável que isto esteja acontecendo”, prosseguiu.

“Lá dentro tinha uma pessoa, que estou custeando isso, porque aquela casa precisa ser protegida, ela levantou, gritou e as pessoas pularam. Chamaram a polícia e não conseguiram pegar ninguém. É triste, é lamentável que isto esteja acontecendo”, concluiu.



Mais Notícias