Reportar erro
Quebra regra

Globo divulga pesquisa eleitoral por causa de Bolsonaro: "Antecipou debate"

Emissora passará a mostrar detalhes do debate político

Bolsonaro sentado e com expressão de seriedade
Globo mostrou pesquisa em que Lula lidera - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 25/06/2021 às 17:50:20

A Globo quebrou uma regra na última quinta-feira (24) e exibiu uma pesquisa eleitoral presidencial um ano antes do início da pré-campanha. A emissora sempre exibiu sondagens de intenção de votos depois que era definido o calendário oficial da corrida pela presidência, o que ocorrerá apenas em 2022. A mudança de postura do canal aconteceu por causa do comportamento do presidente Jair Bolsonaro.

“A pesquisa foi divulgada porque o próprio presidente, com slogans e declarações, antecipou o debate sobre a eleição de 2022. Os números hoje são notícia. A partir de agora, a Globo passará a divulgar as pesquisas do Datafolha e IPEC, instituto fundado por executivos do antigo Ibope Inteligência, que dispõe do know-how necessário”, diz a assessoria de comunicação em nota enviada ao NaTelinha.

Durante o Jornal da Globo foi exibida a pesquisa do Instituto Ipec que coloca o ex-presidente Lula com 49% dos votos no primeiro turno, sendo o favorito a vencer às eleições do ano que vem. Jair Bolsonaro apareceu com 23%, Ciro Gomes com 7%, João Dória com 5% e Luiz Henrique Mandetta com 3%.

Em maio, o Datafolha fez um levantamento para saber como estava o cenário eleitoral ao cargo de presidente, sendo a primeira após a anulação das condenações de Lula. Na ocasião, a Globo ignorou e foi criticada nas redes sociais por muitos eleitores do pré-candidato petista.

Globo divulga pesquisa eleitoral por causa de Bolsonaro: \"Antecipou debate\"
Jornal da Globo exibiu pesquisa eleitoral

Eleições 2022 e a Globo

Falta cerca de um ano e quatro meses para as eleições presidências de 2022 e muito tem se discutido sobre possíveis candidatos ao cargo. Lula e Bolsonaro aparecem como os grandes favoritos, enquanto Ciro, João Dória, Mandetta, Sergio Moro e até Danilo Gentili surgem como forças de “terceira via”.

A Globo tem feito a cobertura da crise política que está ocorrendo no país e pouco tem se aprofundado sobre possíveis candidaturas, postura diferente no seu portal de notícias na internet e também na GloboNews. No canal fechado de jornalismo, os comentaristas costumam fazer prognósticos sobre o futuro político do Brasil.



Mais Notícias