Reportar erro
Bota a boca no trombone

Cinco vezes em que Ana Paula Renault se tornou a "sincerona" do Fofocalizando

Apresentadora não deixa de opinar sobre os assuntos dos famosos

Ana Paula Renault com três modelos no Fofocalizando
Ana Paula Renault no Fofocalizando - Foto: Reprodução/SBT
Redação NT

Publicado em 03/06/2021 às 07:40:00

Ana Paula Renault se consolidou no sofá do Fofocalizando e tem sido incisiva nas suas opiniões sobre a vida dos famosos e notícias da televisão. Nos últimos meses, ela entrou em algumas polêmicas e se tornou um dos principais assuntos das redes sociais por não seguir o senso comum. Recentemente, a jornalista criticou a esposa do MC Kevin, Rafa Kalimann e Caio Castro.

Renault também ficou bastante incomodada ao saber que alguns famosos estavam realizando propagandas duvidosas nas redes sociais. Ana alfinetou alguns artistas e pediu para que o público prestasse atenção no conteúdo oferecido por celebridades.

Durante o BBB21, a apresentadora não se calou diante das polêmicas que ocorreram no confinamento. Ana Paula foi contra os comentários de Lumena, mas reprovou a ideia de Tammy Miranda processar a ex-participante da última edição do reality show da Globo.

Confira:

Ana Paula Renault e Lumena

Ana Paula opinou sobre a intenção do vereador Thammy Miranda processar a psicóloga Lumena Aleluia por racismo. A ex-participante do BBB21 fez comentários considerados ofensivos à atriz Carla Diaz, se referindo a ela como “cagada na merda da branquitude”. Para a apresentadora do Fofocalizando, a reação é exagerada e endossa a ideia errada da existência de “racismo reverso”.

“Isso só faz transparecer o desserviço que Lumena está prestando lá dentro da casa. Por quê? Porque essa tal de história de racismo reverso não tem muito a ver, não existe. Simplesmente porque foi a branquitude quem oprimiu por centenas de anos os negros, correto? A questão do racismo tem exatamente essa questão de superioridade, de transformar o outro em inferior. Então, a gente tem que falar da escravidão. A escravidão, gente, quer queira, quer não, foi ontem. É muito recente. E a população negra sofreu muito nas mãos de quem? Dos brancos”, iniciou.

“É essa que é a questão. Por isso que não é ético, não é moral, não é legal falar em racismo reverso, porque ele não existe. Simplesmente porque a população preta sempre foi muito oprimida por nós, correto?”, prosseguiu ela, que participou da 16ª edição do reality da Globo. “Se Carla Diaz tivesse falado o inverso, ela deveria sim sair presa. No caso da Lumena, acho que não é para tanto exatamente por essa dívida histórica gigantesca que nós temos com a população preta”, opinou.

“Isso aí não tem nada a ver com cor de pele não. Tem a ver com caráter. O que falta nessa mulher é caráter. É hombridade. É força de caráter. Porque ela se utiliza de lutas históricas muito importantes - porque qual que é a população mais morta no nosso país? a negra - para ficar resolvendo B.Ozinho dela dentro de reality. Mau caráter. Uma coisa é Lumena. Vocês não podem pegar uma personalidade, uma pessoa, e ir lá falar por toda a comunidade negra”, defendeu Ana Paula.

Ana Paula Renault alfineta celebridades

No fim de maio, Ana Paula alfinetou celebridades que fazem publicidade para empresas de origem duvidosa nas redes sociais . O comentário da apresentadora foi feito após a exibição de uma reportagem no Fofocalizando, que mostrava famosos, como Rafa Kalimann, Gleici Damasceno, MC Guimê, entre outros, sendo processados por propaganda enganosa.

A ex-BBB não aliviou e disse que os famosos devem pesquisar sobre as marcas que os contratam. Ela ainda acusou os artistas em casos que envolvem os golpes. “É coparticipação”, disparou Ana Paula, que foi interrompida por Gabriel Cartolano. Para o apresentador, as celebridades não tinham culpa.

A loira, porém, destacou que celebridades devem fazer consultas jurídicas sobre as empresas contratantes. “Tem que pesquisar o CNPJ, minha equipe sempre checa”, alertou. 

Ana Paula e MC Kevin

Ana Paula Renault não poupou nas críticas a Deolane Bezerra, mulher de MC Kevin, durante o Fofocalizando, do SBT. A apresentadora se solidarizou com a família do funkeiro, mas disse não concordar com a culpabilização das amizades do cantor como as responsáveis pela morte dele no dia 16 de maio, em um hotel na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Após a exibição de um VT do discurso da viúva no velório, Ana Paula disparou: “Uma mulher desse tamanho culpando amizade?”. E ela ainda completou: “Não é porque morreu que virou santo”.

Deolane disse que a morte do marido foi provocada por amigos “sanguessugas”: "Isso aqui 'ó' é amizade, quem tá aqui hoje é por amizade. Meu marido estava deitado comigo e teve que descer pra pagar conta de hotel de gente que deveria ter vindo embora pra São Paulo, mas quis ficar lá com ele se metendo na nossa vida e não veio embora", disse durante o velório.

No dia seguinte, ela voltou a falar sobre o assunto. “Ela tem pensamentos equivocados e retrógrados”, disse a apresentadora sobre a esposa do funkeiro ter falado que homens casados não andam com solteiros. 

Ana Paula, Caio Castro e Rafa Kalimann

Ana Paula Renault não economizou nas críticas à Rafa Kalimann e a Caio Castro, na tarde da última segunda-feira (31), no Fofocalizando, do SBT. A apresentadora mandou recado para os dois: “Homofobia é crime”.

Ana Paula comentou o caso após a exibição de uma reportagem sobre a repercussão negativa, que compartilhou um vídeo de um pastor comentando sobre as uniões homoafetivas. “Homofobia é crime, quer você queira ou não aceitar os gays”, disse a apresentadora.

A mineira comentou que “a declaração homofóbica” da dupla a alertou. “Eles estarem desse jeito me causou ojeriza (...). Erraram feio.” Ana também criticou o fato de Rafa ter pedido desculpa no Twitter e não no Instagram. “Eu sigo e acompanho a Rafa, nós trocamos mensagens quando ela saiu do BBB (...) Mas ela pedir desculpa no Twitter onde ela é menos influente, ficou feio.”

Ana Paula e aglomeração

Ana Paula tem defendido a não aglomeração e conscientizando o público sobre isso. Durante uma reportagem do velório do MC Kevin, ela não gostou da aglomeração na despedida do funkeiro e se posicionou sobre o assunto.

“Grandes personalidades morreram nos últimos dias, como Paulo Gustavo e Eva Wilma, e não fizeram a cerimônia aberta”, comentou. A apresentadora lembrou que o país ainda tem um número alto de mortes diárias na pandemia da Covid-19. Ela também mencionou o fato de o funkeiro ter ido para as festas na capital fluminense.



Mais Notícias