Reportar erro
Criticou

No Fofocalizando, Ana Paula Renault detona Rafa Kalimann e Caio Castro: “Ojeriza”

Chris Flores também não poupou críticas contra a dupla

Ana Paula Renault comenta sobre Caio Castro no Fofocalizando
Ana Paula Renault detona Caio Castro e Rafa Kalimann - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 31/05/2021 às 16:01:55

Ana Paula Renault não economizou nas críticas à Rafa Kalimann e a Caio Castro, na tarde desta segunda-feira (31), no Fofocalizando, do SBT. A apresentadora mandou recado para os dois: “Homofobia é crime”.

Ana Paula comentou o caso após a exibição de uma reportagem sobre a repercussão negativa, que compartilhou um vídeo de um pastor comentando sobre as uniões homoafetivas. “Homofobia é crime, quer você queira ou não aceitar os gays”, disse a apresentadora.

 A mineira comentou que “a declaração homofóbica” da dupla a alertou. “Eles estarem desse jeito me causou ojeriza (...). Erraram feio.”

Ana também criticou o fato de Rafa ter pedido desculpa no Twitter e não no Instagram. “Eu sigo e acompanho a Rafa, nós trocamos mensagens quando ela saiu do BBB (...) Mas ela pedir desculpa no Twitter onde ela é menos influente, ficou feio.”

Gabriel Cartolano também opinou. “Esse debate de aceita ou não aceita os gays, não é mais válido. Isso não tem que ser debatido, só tem de existir o respeito." Ele também criticou o fato de Caio Castro não ter se posicionado. 

Chris Flores comentou: “Tem um debate religioso e um debate social, que é o mais importante. Nós somos o país que mais mata LGBTQ”. Ela disse sobre o vídeo postado pela dupla.

“Quando você coloca um vídeo e não diz nada, parece que você está assinando embaixo”, frisou a apresentadora.

Entenda a polêmica criticada por Ana Paula Renault

Rafa Kalimann foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter nesse domingo (30) depois de publicar um vídeo em que um pastor discorda mas respeita o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo, com falas consideradas homofóbicas. O mesmo conteúdo foi compartilhado por Caio Castro.

O vídeo foi publicado no Instagram, onde ela acumula mais de 21 milhões de seguidores. O pedido de desculpas, porém, veio em outra em rede social, no Twitter. "Meu intuito era repassar aquilo para aqueles que tratam mal os LGBT's por conta da religião para de uma vez por todas isso parar", explicou a influenciadora. 



Mais Notícias