Reportar erro
Exclusivo

Escolha de Márcio Garcia para o The Voice Kids incomoda artistas da Globo

Apresentador foi escolhido por questão técnica e financeira

Márcio Garcia ao lado de Bolsonaro e na manifestação do impeachment de Dilma Rousseff
Márcio Garcia tem posicionamento político mais voltado a direita - Foto: Montagem
Naian Lucas

Publicado em 25/03/2021 às 06:07:00

Com a ida de André Marques para o No Limite, a Globo escolheu Márcio Garcia para assumir o The Voice Kids e isso gerou insatisfação de um grupo de artistas. O desagrado não é em relação ao talento do apresentador, mas o seu posicionamento político, mais próximo ao espectro da direita. Porém, a emissora levou em consideração apenas questões técnicas e financeiras para definir o comunicador como responsável pela próxima temporada do reality show musical.

Conforme apurou o NaTelinha, o anúncio de Márcio Garcia no The Voice Kids pegou muita gente de surpresa, já que a expectativa era que André continuasse na produção e o No Limite fosse parar na mão de Marcos Mion. Mas, após o choque, conversas sobre a escolha do também ator não foram das melhores.

Um grupo de artistas contratados – e também quem tem portas abertas na emissora, entretanto, com contrato por obra – não gostou da decisão. Na visão desses profissionais, não é positivo ter à frente do reality show uma pessoa que foi favorável ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e demonstrou simpatia pela candidatura de Jair Bolsonaro, em 2018, inclusive com vídeo com troca de carinho entre o atual governante brasileiro e o apresentador.

Durante as reclamações em alguns grupos de WhatsApp, foi levantada a hipótese de enviar um comunicado, assinado por apresentadores e atores, pedindo que a Globo repensasse a decisão de manter Márcio na atração. Mas logo essa ideia foi abortada, pois uma atriz conversou com um diretor da casa e ele deixou claro que a empresa não iria ceder por causa de motivação política.

A explicação do executivo era que Garcia não feriu a honra de ninguém e apenas expressou suas opiniões fora do local de trabalho. O diretor ainda ressaltou que a escolha do apresentador aconteceu por questões artísticas e financeiras.

Por ter comandado um programa infantil na Globo, no passado, Márcio é visto com jogo de cintura para lidar com crianças e adolescentes. Ele também é um fenômeno comercial, o que irá atrair empresas para anunciar suas marcas durante o The Voice Kids.

Com essas alegações, tudo ficou apenas nas reclamações e a ideia de enviar uma carta para a direção d Globo não foi levada para a frente. Márcio também recebeu apoio de outros colegas e já está em conversa frequente com a direção do programa.

Procurada pelo NaTelinha, a Globo enviou o seguinte comunicado: “Desconhecemos as citadas especulações. Além disso, reforço que todas as decisões deste tipo obedecem a critérios artísticos”.

Márcio Garcia e seu posicionamento político

Em 2016, milhões de brasileiros foram às ruas e pediram a saída de Dilma do cargo de presidente. Ao lado de diversos artistas, como Marcelo Serrado e Susana Vieira, Márcio também se juntou aos manifestantes para pedir que a petista deixasse a liderança do Poder Executivo Federal.

Em 2018, com Jair Bolsonaro candidato, fotos e vídeos do apresentador ao lado do presidente foram publicados nas redes sociais. Apesar de não ter dito seu voto publicamente, ele não escondeu sua simpatia pelo político e até deu um beijo no rosto dele.

No ano passado, ele comentou no Instagram que as imagens ao lado de Bolsonaro foram antes dele ser candidato. “O vídeo em questão foi feito muito antes do Bolsonaro se candidatar a presidência! Ele pediu pra tirar uma foto comigo em um evento da ASSERJ em que fui Mestre de Cerimônia. Eu disse a ele que só tiraria se fosse beijando, ainda brinquei dizendo pra ele não se apaixonar porque eu já era casado”, relatou.

Márcio Garcia e The Voice Kids

Escolha de Márcio Garcia para o The Voice Kids incomoda artistas da Globo

No último sábado (20), Márcio participou do Se Joga e contou como surgiu o convite para comandar o The Voice Kids. “O Boninho me ligou para fazer o convite. Eu disse: 'Caramba, deixa eu pensar um pouco'. Deu cinco minutos, eu liguei de volta e disse 'Vambora'”, declarou.

Márcio Garcia foi um dos primeiros nomes pensados pela Globo para apresentar o The Voice Kids quando o programa estreou na emissora, há cerca de cinco anos. Contudo, o comando da atração acabou entregue a André Marques, que também assumiu o The Voice +, atualmente no ar.

Com a volta do No Limite, com um elenco de ex-participantes do Big Brother Brasil, o diretor Boninho promoveu uma troca de cadeiras. Sem programa no ar, Márcio foi escalado para o Kids. Já André foi realocado para a nova temporada do reality show de sobrevivência, sucesso no início dos anos 2000.



Mais Notícias