Reportar erro
Sem resposta

Datena se irrita após ser ignorado por vereador de São Paulo: "Não tem palavra"

Apresentador detonou Milton Leite ao citar caos no transporte na capital paulista

Datena durante o Brasil Urgente
Datena detona Milton Leite ao vivo. Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 22/03/2021 às 18:20:00

Durante o Brasil Urgente desta segunda-feira (22), José Luiz Datena se irritou com Milton Leite, presidente da câmera de vereadores de São Paulo, após não ter conversado com o apresentador sobre o caos no transporte da capital paulista. Tudo começou no programa da sexta-feira (19), quando Datena elogiou e bateu palma para Valdevan Noventa, presidente do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (SindMotoristas), após ele afirmar para o apresentador que, depois de conversa com os representantes de empresas de ônibus e Milton Leite, ficou acertado que a frota de coletivos voltaria a rodar com 100% dos veículos.

Contudo, durante o final de semana não teve alteração. Datena se irritou com Milton, por ele não ter respondido o apresentador no programa, e o detonou.

"Acho que ele ficou chateado porque o Valdevan entrou antes dele e eu não atendi o telefone. Ele me ligou e eu não consegui atender porque eu não estava com telefone na mão. Quando liguei pra ele, também ligamos pro Valdevan, que afirmou que os donos das frotas realmente concordaram rodar com 100% da frota", começou a explicar.

"Dei os parabéns para ele e o Milton desligou telefone. Nunca mais achei esse cara, desapareceu, nunca mais consegui falar com ele. Aliás, não faço questão nenhuma de falar com ele porque ele não tem palavra. Ele não tem palavra. Vou perder meu tempo conversando com sujeito que não tem palavra? Continua rodando 88% da frota", detonou Datena.

Datena também detonou Bruno Covas

O apresentador também falou sobre o papel de Bruno Covas, prefeito de São Paulo, no acordo em rodar com 100% da frota de ônibus da cidade.

"Não sei porque o Bruno Covas não exige dessas empresas de ônibus para que rode 100% da frota. O Valdevan disse no ar que estava com o Milton Leite e com os representantes das frotas e disseram que iam rodar com 100%, eu dei parabéns pra ele e o Milton Leite estava no telefone esperando", afirmou.

"Não quero falar com ele. Naquele dia, quando eu chamei o cara depois de bater palma pro outro, acho que ele ficou P da vida. Deve ter pensado 'está dando palmas pro cara lá do sindicato e não vai dar pra mim' e desligou o telefone e nunca mais apareceu. Não tem palavra. Não quero falar com ele, não vai ligar pra ele porcaria nenhuma. Está proibido de ligar pra esse cara. Quem não tem palavra não fala aqui", finalizou.

Recentemente, Datena criticou governo por demora para comprar vacinas. Datena também se emocionou ao vivo ao saber de morte de amigo: "Dor no coração".



Mais Notícias