Reportar erro
Crítica

Datena detona Lula ao vivo: "Abriram a porta do inferno"

Apresentador voltou a criticar anulação de condenações do ex-presidente

Datena de mão levantadas durante o programa
Datena critica decisão do STF sobre Lula. Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 10/03/2021 às 17:57:00,
atualizado em 10/03/2021 às 18:15:43

Durante o Brasil Urgente desta quarta-feira (10), José Luiz Datena detonou presos na operação Lava Jato, inclusive Luis Inácio Lula da Silva, (veja vídeo abaixo) que teve suas condenações anuladas, nesta semana, pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin. O apresentador exibia uma reportagem em que mostrava um suspeito de ter atirado em um motorista, quando ele elogiou o trabalho da Polícia e criticou a Justiça.

"A justiça tarda, mas não falha. Na verdade, a polícia investiga e prende porque a Justiça, sei lá. Estão soltando tudo que é bandido nesse país. É (Eduardo) Cunha, Gerdell (Vieira Lima), empresários da Odebrecht... Muita gente vai pra rua, porque abriram a porta do inferno. Soltaram o Lula, vão soltar todo mundo. Daqui a pouco todo mundo pode ser candidato, até o Cunha, aquele vigarista", afirmou.

"Tomara que a justiça seja feita. Se bem que hoje em dia, a Justiça tá soltando ladrão e vão soltar ladrão pra caramba porque vai ter ladrão que vão pedir jurisprudência formada. Os caras vão concorrer em eleição, vai ser uma festa", completou.

Veja o vídeo abaixo no minuto 1h20

Datena defende Bolsonaro ao vivo

José Luiz Datena ficou revoltado ao anunciar a notícia do sexto aumento de combustíveis pela Petrobrás. O apresentador se exaltou ao falar sobre o reajuste e disparou: "Esses caras da Petrobrás estão tomando etanol. Devem estar tomando etanol. Quem aguenta mais aumento de preço de combustível? Os caras enlouqueceram, eles querem botar o país de ponta cabeça."

Na sequência o apresentador detonou Roberto Castello Branco, atual presidente da Petrobrás, que deve ser substituído por general Joaquim Silva e Luna.

"E aquele presidente que está tomando essas decisões, que foi enxotado da Petrobrás, mas que fica lá até dia 21? A partir do momento que mandou o cara andar, tinha que congelar as decisões dele, senão ele vai tomar decisão de aumentar toda hora e o Brasil vai estourar no do Bolsonaro e no do governo", afirmou Datena, defendendo Bolsonaro.

"O povo não tem mais dinheiro pra comer. Ninguém aguenta mais aumento de combustível. Deve estar tomando litros de etanol, o cara está pirando na batatinha", analisou o apresentador.



Mais Notícias