Reportar erro
Não deu

Brasileira Dayane Mell não ganha Grande Fratello Vip, o Big Brother da Itália

Alvo de discriminação, brasileiros tentaram fazer a modelo campeã

Dayane Mello
Dayane Mello, brasileira que participou do Grande Fratello Vip. Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 01/03/2021 às 21:09:33,
atualizado em 01/03/2021 às 21:19:06

A modelo brasileira Dayane Mello não ganhou o Grande Fratello Vip, versão italiana do Big Brother Brasil. No programa, ela era uma das quatro finalistas, mas ela não seguiu adiante na disputa - que prossegue com os concorrentes Tommaso e Pierpaolo - e foi eliminada nesta segunda-feira (1), mesmo dia que o reality chega ao fim.

Dayane ganhou fama por ser vítima de comentários xenofóbicos e machistas, além de ter despertado a ira de alguns telespectadores da Itália por conta do engajamento de brasileiros para mantê-la na atração. O assunto tomou conta dos trending topic do Twitter rapidamente, com tags commo "Dayane Mello Campeã" e "BBB Itália".

Ex-BBBs manifestaram apoio à modelo. Flayslane, do BBB20, pediu votos: "Vamos lá votar na nossa conterrânea Dayane Mello que tá sofrendo tanto preconceito de tantas formas Pra ser campeã do bbb da Itália e deixá-los com a cara no chão ???". Gizelly, da mesma edição, também se engajou: "Bora fazer a day campeã?". O influenciador digital Felipe Neto também abraçou a causa, ensinando como votar no programa.

O perfil oficial da brasileira agradeceu o apoio de todos. "Agora que tudo passou, quero agradecer a todos pelo esforço. Agradecer por esses meses dedicados a Dayane. Vocês são incríveis. Dayane Mello é do mundo. Ela ganhou muito mais que 50 mil euros. Ela ganhou todos vocês. Gratidão. É do Brasil para o mundo", brindou.

Machismo, xenofobia e bifobia: a trajetória de Dayanne Mello no Grande Fratello Vip

Ao longo de sua estadia, Dayanne incomodou parte do público italiano e foi alvo de comentários discriminatórios por parte de alguns participantes. O fato de ser mãe solteira fez alguns torcerem o nariz, por exemplo. Em outra ocasião, o participante Francesco Oppini disse, ao vê-la bêbada em uma festa, que ela "seria estuprada" na cidade de Verona e que ela "pulava de cama em cama".

Recentemente, a modelo disse ser bissexual e contou estar apaixonada por outra participante, Rosalinda. Novamente, foi discriminada por alguns participantes, que a acusaram de fingimento - situação semelhante a ocorrida com Lucas Penteado no BBB21.

Mais Notícias