Reportar erro
Lenda

Léo Batista é vacinado contra Covid-19 e desabafa ao GE: "Estou cansado"

Apresentador pediu que telespectadores se vacinem

Léo Batista no carro após tomar vacina
Léo Batista se vacinou - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 10/02/2021 às 14:49:00,
atualizado em 10/02/2021 às 14:59:36

Nesta quarta-feira (10), o Globo Esporte homenageou Léo Batista, 88 anos, que recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na última terça (9). Reportagem especial acompanhou o veterano jornalista até o posto de vacinação e conversou com ele, que pediu aos telespectadores para se imunizarem.

Logo no começo, a atração exibiu uma antiga abertura da produção, quando Léo ainda era o apresentador. Em seguida, reexibiu cenas dele dando “boa tarde” ao público. “Comecei [a trabalhar] com 15 anos. Faço 74 anos de profissão, mas tenho 88 de idade”, afirmou.

“Não aguento mais [ficar em isolamento social]. Um ano, rapaz, aqui, nesta expectativa, essa pandemia chata”, comentou. “Vou tomar a vacina hoje? É mesmo? Será que dói? Meu único medo é que, sou tão velhinho, que na hora que for me espetar, acabe espetando algum osso”, brincou.

Para a vacinação, Léo usou a camiseta da campanha Vacina Sim, lançada no mês passado pelo consórcio de veículos de imprensa formado pelo Grupo Globo, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e UOL. O objetivo da união é conscientizar a população da importância da vacina.

“Não senti nada. Não doeu nada. Agora quero tomar a segunda dose pra poder trabalhar, porque estou cansado de ficar em casa”, desabafou. “Que todo mundo faça isso. Tome a vacina, use máscara, se higienize, enfim, vamos ver se a gente acaba com essa pandemia que tá destruindo a humanidade”, concluiu.

Léo Batista e o Globo Esporte

Léo Batista estreou na televisão em 1947 e assinou contrato com a Globo em 1970, sendo um dos criadores do Globo Esporte. Com seu estilo descontraído, conquistou vários fãs e apresentou durante décadas a produção esportiva de segunda a sexta. Até 2019, o jornalista ficava responsável pelas edições de sábado na versão rede e sua voz narrava os gols da rodada no Show do Intervalo nos jogos transmitidos pela emissora.

Ele deixa claro que não tem nenhuma vontade de se aposentar. “Outro dia fiquei imaginando a hora em que eu não puder mais entrar na emissora e falar com os amigos. Evito pensar nisso. Desejo continuar fazendo o meu trabalho. A não ser que achem que fiquei velho demais, que já estou gagá. (risos). Enquanto Deus me der voz e saúde e a TV Globo quiser, eu continuo”, disse ao Memória Globo, em 2016.

Mais Notícias