Reportar erro
Novos ares

Jorge Nicola recusa renovação com a Disney e deixa ESPN: "Não foi nada fácil"

A partir de agora, Nicola se dedicará ao canal no YouTube

Jorge Nicola no YouTube
Nicola deixa a ESPN após oito anos - Reprodução/YouTube
Redação NT

Publicado em 01/02/2021 às 09:55:25,
atualizado em 01/02/2021 às 10:15:52

O comentarista Jorge Nicola anunciou nas suas redes sociais nesta segunda-feira (1º) que não faz mais parte do time da ESPN. Seu contrato venceu no último domingo (31), e agora ele passa a se dedicar ao seu canal no YouTube. Nicola recusou um acréscimo de 30% no salário para renovação, mas o fator exclusividade pesou. "Não foi nada fácil", disse ele.

Em um vídeo no YouTube, destacou que a saída ocorreu de maneira amigável e agradeceu a oportunidade ao canal que trabalhou desde 2013, fazendo participações esporádicas. "Não vou poder me apresentar mais como comentarista nos canais ESPN. Já quero antecipar, se você espera por frases fortes... Nada disso, saio feliz, com uma evolução na carreira numa emissora que gostava desde pequenininho. Foi por causa da ESPN que me apaixonei pelos esportes, mais especificamente por futebol", iniciou.

Nicola explicou que a cláusula de exclusividade da ESPN vem direto dos Estados Unidos e precisa ser respeitada inclusive aqui. "Em dezembro fui chamado para uma primeira conversa e a gente debateu a respeito das alternativas. A ESPN me ofereceu 30% de reajuste pra migrar meu blog do Yahoo para a ESPN. E manteria minhas condições com participação no BB Debate, transmissão de jogos, mas teria que abrir mão do meu canal no YouTube", recordou.

YouTube será ferramenta indispensável, diz Nicola

Com isso, o jornalista disse que pensou e decidiu recusar. Primeiro em respeito ao Yahoo, onde mantém seu blog desde 2014, e também por respeito aos mais de 935 mil inscritos no YouTube. "Acredito que o YouTube possa se transformar em uma ferramenta indispensável. Disse que teria que recusar. Não foi nada fácil dizer não para a ESPN", acrescentou. "A partir de agora, a vida segue por aqui e também no meu blog no Yahoo", avisou Nicola.

Ele agradeceu à ESPN e recordou que sua história no canal começou em 2013 graças a João Carlos Albuquerque, o João Canalha. Ele lia sua coluna no Diário de São Paulo e a partir daí, foi convidado para participar dos programas da casa, e dois anos depois, ganhou um contrato fixo.

A ESPN e o Fox Sports vêm passando por reformulações, enxugando funcionários desde a fusão. Os canais Disney exigem exclusividade de seus contratados. Muitos não aceitaram, como Benjamin Back e Mauro Cezar Pereira.

Procurada pelo NaTelinha, a Disney reforçou seu posicionamento utilizado neste momento de reestruturação dos canais ESPN e Fox Sports: "Nosso pilar de esportes está passando por um processo de transformação para oferecer um conteúdo ainda mais variado e qualificado para a audiência do Brasil. A reformulação faz parte do planejamento da Companhia em busca de sinergia em seu pilar de esportes, seguindo os investimentos em sua programação, contando com um extenso portfólio de direitos, além de uma equipe de jornalismo referência junto aos fãs de esportes".

Confira o vídeo de Nicola:

Mais Notícias