Reportar erro
Sincera

Cátia Fonseca critica Donald Trump: "Parece que não sabe perder"

Apresentadora não gostou da atitude do ex-presidente americano

Cátia Fonseca no Melhor da Tarde
Cátia Fonseca não poupou Donald Trump - Foto: Reprodução/Band
Redação NT

Publicado em 20/01/2021 às 16:30:00

Cátia Fonseca conversou com o repórter Eduardo Barão, no Melhor da Tarde, nesta quarta-feira (20) e criticou o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A apresentadora explicou que o empresário não participou da posse de Joe Biden, fato que não ocorria há cerca de 150 anos. Ela lamentou o ocorrido e ressaltou que o antigo governante americano não sabe perder.

"Uma coisa muito chata q eu achei, Barão, que ele [Trump] foi o único presidente ao longo de mais de 100 anos que não esteve na posse do atual presidente. Parece que ele não sabe perder, né?", disparou a comunicadora.

Trump foi o quarto presidente – e o primeiro em mais de 150 anos – a não comparecer à cerimônia de posse de seu sucessor. Joe Biden assumiu o cargo, ao 12h desta quarta (14h em Brasília). O ex-governante já havia ido embora de Washington e chegado em seu resort, na Flórida.

Ela relembrou que esteve na capital dos Estados Unidos quando Donald Trump foi empossado presidente. A apresentadora contou que a segurança da polícia do país foi muito grande para evitar qualquer atentado contra o antigo chefe do Executivo.

“Quando o Trump foi eleito, em 2016, eu e o Rodrigo estávamos em Washington. O que a gente viu, naquela época, era justamente o medo que eles tinham de qualquer represália contra o Trump. Então a gente tinha as lojas todas com tapume, cerco policial gigante. O que a gente achou demais na época que o Trump assumia, agora o que a gente vê é infinitamente maior com a posse do Biden”, acrescentou.

Joe Biden presidente

Cátia Fonseca critica Donald Trump: \"Parece que não sabe perder\"

Joe Biden foi escolhido pelos Democratas para representar o partido nas eleições americanas de 2020, disputando contra Donald Trump, do partido Republicano. O então ex-vice-presidente americano enfrentou o empresário, que buscava a reeleição.

Em novembro, Biden foi eleito presidente do país norte-americano, fato que Trump não aceitou no início, chamando a votação de fraude. Após um grande imbróglio, Joe acabou sendo nomeado chefe do Executivo dos EUA e governará o país até janeiro de 2025, caso não seja reeleito.



Mais Notícias