Ironizou

Neto alfineta Bolsonaro por causa de aglomeração: "Não sabe nadar, imagina governar"

Apresentador detonou Neymar

 Neto alfineta Bolsonaro por causa de aglomeração: "Não sabe nadar, imagina governar"
Neto criticou Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução/Band

Redação NT

Publicado em 04/01 às 17:19:00

Neto voltou a cutucar Jair Bolsonaro na abertura de Os Donos da Bola nesta segunda-feira (4). O apresentador criticou a forma como o presidente nadou com banhistas no litoral de São Paulo e causou aglomeração na última sexta-feira (1°). Ele também detonou a festa de Réveillon de Neymar.

continua depois da publicidade

"O Presidente da República, deixa eu falar, tudo armado! Não sabe nem nadar. Precisa aprender a nadar, velho! Você dá um pulo de cabeça daquele lá... Se não sabe nadar, imagina governar. Não sabe nadar, velho!”, disparou. “Vocês todos que foram para aglomeração, será que vocês não passam pro papai, pra mamãe, para mim, pro Velloso?”, acrescentou.

Não é a primeira vez que Neto criticou o presidente. Ele já havia se mostrado incomodado com o fato do Brasil não ter planejado uma campanha de vacinação contra a Covid-19. Ele voltou a tocar no assunto e afirmou que o futebol faz parte desse tipo de situação.

continua depois da publicidade

“A gente começa o ano sem planejamento de seringa, de vacina, de onde vai aplicar, quem vai fazer... E o futebol está inserido nisso. E eu tenho o entendimento que a gente tem que falar. A gente não pode deixar de pensar que o Pelé tem que tomar vacina”, afirmou.

Neto detona Neymar

Neymar foi acusado de promover uma festa para comemorar a chegada de 2021 no Rio de Janeiro. Neto não deixou a história passar em branco e voltou a detonar o jogador do PSG. “Neymar, você continua muito pequeno, e vai ser pequeno pelo resto da sua vida. Isso é o meu ponto de vista. Eu não vou deixar de falar enquanto a gente está tendo tantas mortes no mundo inteiro, e você dá risada da gente”, disparou.

continua depois da publicidade

“Neymar, você continua sendo um fenômeno jogando bola, mas, como exemplo, você não chega aos pés do Messi, do Zico, do Ronaldo Fenômeno”, acrescentou. “Você nunca vai ser exemplo para as crianças de hoje”, concluiu.