Reportar erro
Desabafo

Rafael Cortez diz que CQC é mais lembrado por "picuinhas e mágoas"

Ex-integrante do programa comentou briga entre Danilo Gentili e Rafinha Bastos

Rafael Cortez no CQC
Rafael Cortez no CQC - Foto: Divulgação/Band
Paulo Pacheco

Publicado em 17/12/2020 às 20:26:04

A briga entre Danilo Gentili e Rafinha Bastos repercutiu entre outros ex-integrantes do CQC, programa da Band exibido entre 2008 e 2015. Rafael Cortez, sem citar os ex-colegas, lamentou que o humorístico seja lembrado mais pelas "picuinhas e mágoas" do que pela parte artística.

"Ah, o legado do CQC: ex-integrantes não se bicam e mandam alfinetadas uns aos outros pelas redes sociais. Numa mesma mesa do primeiro elenco, há quem não sente junto nem por decreto. E promessas de uns e outros de nunca mais dirigir a palavra a fulano ou beltrano. E pra que isso?", questionou Cortez em seu Twitter.

"Nunca estive no alvo de nenhuma dessas desavenças e sempre tentei manter relações boas com todos de lá. Naturalmente, há ali quem também não goste de mim. Ou me seja indiferente. Sigo com carinho e gratidão por todos ali porque acreditei naquilo que montamos em 2008: éramos um time", prosseguiu o ator e comediante.

 

"Acho uma pena que um projeto daquela magnitude, que mexeu com tanta gente e era tão querido - especialmente por nós que fomos do primeiro elenco - seja tantas vezes lembrado mais pelas picuinhas e mágoas de alguns de nós, do que por nossas matérias e pelo tanto que nos divertimos", concluiu.

Danilo Gentili critica Rafinha Bastos

Em entrevista ao Flow Podcast no último fim de semana, Gentili chamou Rafinha de "desleal", "egocêntrico" e "narcisista". "O Rafinha não deixava eu me apresentar, todo mundo deixava, menos ele. É um cara desleal, não é um bom amigo", disparou.

Ao ser questionado sobre a rixa existente, Gentili afirmou: "Você tenta ser bacana e o cara não ajuda, o cara só te ferra. Fomos sócios já, mas essa é uma longa história. Não tenho essa questão de vingança, de mágoa, mas existe uma questão prática também".

Rafinha rebateu as críticas ao portal UOL. Ele disse nunca ter conseguido falar pessoalmente com Gentili e ironizou com telefones úteis para o ex-colega.

"Danilo:

Dois homens resolvem seus problemas cara a cara. Já topei conversar contigo pessoalmente diversas vezes, mas você nunca levou o encontro a frente. Coragem, amigo!

Se você não quiser me encontrar e resolver os tais 'problemas', aqui vai uma lista de telefones que podem ser úteis:

- CVV - 188

- Associação Brasileira de terapia - (11) 2626.1729

- Massagem MIX SP - (11) 98533-4050

- Sex Shop Angel - Toys e vibradores - (11) 2306-7076 (falar com Cézar)"

 

Mais Notícias