Reportar erro
Bomba

Equipe de programa de e-sports da Loading se rebela por censura e é demitida

Profissionais do Metagaming anunciaram saída do canal

Apresentadores do Loading
Bárbara Gutierrez e Chandy Teixeira, então apresentadores do Metagaming - Foto: Reprodução

Todos os profissionais que formavam a equipe do Metagaming, programa de e-sports da Loading, anunciaram nesta sexta-feira (11) suas saídas da emissora, lançada na última segunda (07) com a mesma estrutura da antiga MTV Brasil. Segundo os agora ex-contratados disseram nas redes sociais, a debandada se deu por discordâncias entre a equipe da atração e a direção do canal sobre a linha editorial. Alguns chegaram a insinuar na web que foram censurados ao publicar uma receita de bolo, prática muito utilizada na Ditadura Militar por jornais quando reportagens eram proibidas de serem colocadas nas páginas dos periódicos.

Conforme apurou o NaTelinha, de fato, os jornalistas do programa de games alegaram censura para a decisão. Um dos integrantes do Metagaming fez uma matéria que criticava uma empresa desenvolvedora de jogos que é parceira da Loading. Tal fato incomodou a direção do canal e chamou a atenção do profissional.

A alta cúpula da emissora explicou que a atração não tinha autorização para criticar parceiros. A equipe ficou irritada, já que uma das promessas na época da sua formação era de liberdade total, o que não aconteceu. 

Ainda de acordo com fontes ouvidas, a direção então ressaltou que não gostaria que o programa abordasse temas polêmicos, como machismo. Os executivos até usaram como exemplo a reportagem do Caso Sparda exibida pelo Metagaming, apontada por eles como uma matéria estilo Cidade Alerta. Neste ponto, todos entenderam que a emissora não queria fazer jornalismo.

A equipe rebateu o posicionamento da Loading e mostrou que a reportagem teve grande repercussão no mundo game. Inclusive, a produção e a informação entraram entre os principais temas do Twitter no período em que entrou em exibição.

Ao serem censurados, os funcionários estavam decididos a pedir demissão. Contudo, sabendo da intenção, os chefes da emissora se anteciparam, convocaram uma reunião e mandou todos os 12 jornalistas da atração embora.

Insatisfação com a Loading

A insatisfação com a Loading é muito grande por parte do programa. Nas redes sociais, vários ex-funcionários expressaram que a parte financeira era boa, mas o que mais os teria atraído para o negócio foi a oportunidade de ter liberdade na editoria e promover reportagens relevantes no mundo do e-sports. Muitos saíram de suas cidades para morar em São Paulo por conta do projeto considerado “ousado”, como alguns relataram ao NaTelinha.

“É com muita decepção que comunico a minha saída da Loading TV. Após dois programas excepcionais nos foi apresentado um desalinhamento editorial com a emissora, que levou ao desligamento de toda a equipe de esports. Frustrado e triste pela decisão, mas ao mesmo tempo extremamente contente por ter formado esse time que fez o incrível sem ter o mínimo. Embarquei nesse desafio e não me arrependo. Amo o esporte eletrônico e o jornalismo, e buscarei sempre esse caminho do certo”, disse Pedro Osório em seu perfil do Twitter.

“A partir de hoje, não faço mais parte da Loading por divergências entre a direção do canal e a linha editorial do Metagaming. Eu e toda a equipe do programa saímos com a certeza de que seguimos a nossa ética profissional, e agradeço muito a todos pela parceria desse curto tempo. Foi uma honra trabalhar ao lado de profissionais tão incríveis, dos quais tenho muito orgulho. Apesar das dificuldades, entregamos dois programas incríveis, nos quais trabalhamos muito duro por acreditarmos ser o conteúdo que a comunidade de esports merece. Quem é próximo de mim sabe a importância que dou para um jornalismo livre, e acredito que não conseguiria ir contra os meus ideais. Agradeço muito ao Vicenzzo, Barbara, Chandy, Gabriel, Priscila, Six, Deivlin, Koga, Pedro, Nicole, Caique e todo mundo que esteve ao meu lado nessa”, publicou Maria Eduarda com uma receita de bolo.

Com o anúncio das saídas, não sobrou ninguém da editoria de games do canal, apenas um estagiário. Inclusive, o Metagaming já não consta mais no site da Loading na internet.

Procurada pelo NaTelinha, a emissora emitiu um comunicado, destacando que é focado em entretenimento e agenda positiva. Confira na íntegra:

"Devido ao desalinhamento entre o posicionamento da Loading, focado em entretenimento, e o time editorial do programa Metagaming, decidimos reestruturar a atração. Importante frisar que o core da Loading é o entretenimento e a agenda positiva.

Dessa forma, buscaremos entregar conteúdos que engrandeçam ainda mais o Esports, porém com a linha editorial focada no entretenimento. Agradecemos publicamente todo o time do Metagaming que dividiu conosco esses últimos meses, inclusive a incrível estreia. Seguimos em caminhos diferentes, mas com a certeza da competência e do sucesso de todos vocês. Obrigado por fazerem parte da nossa história."

Mais Notícias