Áudios vazados

Robinho chama Globo de "TV do demônio" e promete gol a Bolsonaro

Jogador foi condenado em primeira instância por estupro na Itália

Robinho chama Globo de
O jogador Robinho - Foto: Reprodução/Twitter/SantosFC

Paulo Pacheco

Publicado em 16/10/2020 às 19:30:01

Recém-contratado pelo Santos, Robinho se revoltou com a exposição de sua condenação por estupro, em primeira instância, pela Justiça italiana. O jogador se considera perseguido pela Globo, que nesta sexta-feira (16) divulgou trechos da sentença e conversas com amigos detalhando o caso de violência sexual contra uma moça de origem albanesa, em janeiro de 2013.

Segundo jornal Folha de S.Paulo, que teve acesso a áudios do atacante em grupos de WhatsApp, Robinho chama a Globo de "emissora do demônio" e comparou a perseguição contra ele à sofrida pelo presidente Jair Bolsonaro, a quem prometeu um gol.

"O bem sempre vence e a verdade vai aparecer. Os caras aí são pessoas usadas pelo demônio, né? A gente sabe como a TV Globo é uma emissora do demônio. É só você ver as novelas, as programações. Então eu estou em paz. Deus vai dar a vitória. Que se cumpra o propósito de Deus na minha vida. Meter gol neles, ‘ramo junto’. Vou meter uma camisa quando fizer gol: 'Globo lixo, Bolsonaro tem razão'", disse o jogador, de acordo com o jornal.

O gol para Bolsonaro, entretanto, ficará para depois, Nesta noite, o Santos suspendeu o contrato com Robinho, após pressão de marcas que ameaçaram deixar de patrocinar o clube.

"O Santos Futebol Clube e o atleta Robinho informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália", informou o time.

Robinho: Casagrande e Caio divergem

Nesta sexta, dois comentaristas da Globo divergiram a respeito da situação de Robinho. No Globo Esporte, Walter Casagrande Jr. se mostrou indignado pela contratação do atacante pelo Santos.

"Estou assustado com a sociedade brasileira, não é um apedrejamento do Robinho. É um apedrejamento da moral da sociedade brasileira, sabe? Não se pode inverter os valores. O Robinho está condenado com nove anos de prisão por violência sexual na Itália. Recorreu, mas nesse momento ele é condenado", iniciou o ex-jogador.

"Eu fico assustado com o que acontece no Brasil. O Brasil solta traficante, o vice-líder do governo é preso com dinheiro na cueca, a Carol Solberg, por se manifestar politicamente, a CBV [Confederação Brasileira de Vôlei] faz censura, e o Santos contrata um jogador que é condenado por estupro, sabe?", continuou.

No SporTV, Caio Ribeiro disse que o ídolo santista, que é seu amigo, "merece o benefício da dúvida" e que “quem tem que julgar é a Justiça”.

"Acho um assunto super delicado e fico muito chateado porque conheço o Robinho. Torço ainda pela absolvição dele. O Robinho que eu conheço, que tem três filhos e é casado, eu nunca imaginei que faria. Torço para que as informações cheguem e ele não tenha feito o que parece ser a notícia", disse Caio no programa Tá na Área.

 "A gente tem que tomar cuidado até ter todas as informações e até a Justiça que tem tudo isso decretar que ele é culpado ou inocente. Se ele for culpado, não é porque ele é um ídolo ou jogou muito... Tem que ser punido como qualquer pessoa porque estupro é uma coisa muito grave. Sou pai de uma menina e não imagino o que eu faria se alguém encostasse um dedo na minha filha. Mas acho que todo mundo merece o benefício da dúvida. A gente não tem todas as informações, então vamos esperar. Quem tem que julgar é a Justiça. Isso é a primeira coisa e a minha forma de analisar os fatos", complementou.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!