Luto

SporTV e ESPN se unem e fazem homenagens simultâneas a Rodrigo Rodrigues

Apresentador morreu aos 45 anos

SporTV e ESPN se unem e fazem homenagens simultâneas a Rodrigo Rodrigues
ESPN e SporTV fazem homenagens juntos - Reprodução/SporTV

Publicado em 29/07/2020 às 10:45:57

Por: Redação NT

O Troca de Passes na noite dessa terça-feira (28) foi especial em homenagem a Rodrigo Rodrigues, morto em decorrência de complicações do novo coronavírus (Covid-19). SporTV e ESPN se uniram para reverenciar juntos o profissional.

O SporTV havia sido sua última casa, e a ESPN, onde iniciou sua trajetória no jornalismo esportivo. O Troca de Passes e o Sportscenter, por meia hora, fizeram uma homenagem simultânea. Participaram o apresentador Fred Ring e Paulo Nunes, do SporTV, e a apresentadora Marcela Rafael e o comentarista Paulo Calçade, da ESPN.

Calçade relembrou os momentos com o amigo: "A gente se divertia muito. As pessoas chegando em casa depois de um dia de trabalho terrível, a gente conseguia alegrar. Fora do ar, ele era a mesma coisa. Esse é o grande ponto. No ar, você tem que ter uma posição profissional. Com o Rodrigo ele era a mesma pessoa. Era o Rodrigo Rodrigues no ar e fora".

Para Ring, Rodrigues tinha o dom do tempo: "Tinha tempo infinito para todo mundo. Se alguém precisava, ele tinha 1 minuto, 10 minutos, tinha tempo para todo mundo".

Marcela Rafael também lamentou a morte do colega: "Eu lembro o dia que ele quebrou a mesa dele e disse que não foi ele. Teve uma outra vez em que eu falei sobre muriçoca e ele e o Alê Oliveira tiveram uma crise de riso e tive que tocar o programa sozinha com o Sorín. Não tenho como não sentir saudade do Rodrigo e é assim que quero lembrar dele".

O ex-jogador e comentarista Paulo Nunes recordou o início da amizade, que o convidou para participar do Resenha ESPN: "No último programa que ele fez, eu estava presente. Foi um dia muito divertido. Era um apresentador informativo mas com a leveza incomum. Ele nos deixava à vontade mesmo com a importância grande do nosso trabalho. Eu sempre brincava com ele que ou a gente sairia daqui para comemorar ou para o RH".

A carreira de Rodrigo Rodrigues

Rodrigo Rodrigues chegou ao Grupo Globo em 2019, após ter se movimentado intensamente em canais esportivos de TV a cabo na última década. Conhecido por ser o apresentador do Vitrine, da TV Cultura, ele havia sido contratado pela ESPN Brasil, quando virou um dos titulares do Bate Bola. Após ficar pouco tempo no canal, onde comandou o Resenha, o jornalista não renovou o contrato e preferiu investir em um programa musical na Gazeta.

Pouco tempo depois, Rodrigo voltou para a ESPN e passou a comandar praticamente todas as produções da emissora, mas o casamento não durou muito e ele migrou para o Esporte Interativo, onde repetiu a dobradinha com Alê Oliveira. Foi neste período que ele foi contratado pelo Grupo Globo e chegou a apresentar o Globo Esporte.

Ele começou a carreira em 1995, na Rede Vida, mas só entrou na faculdade de Jornalismo em 97. Em 2001, foi contratado pela TV Cultura e integrou a equipe do Vitrine, apresentado por Marcela Tas.

Por lá, ficou até 2003 e depois passou pelo SBT. Dois anos depois, se mudou para a Band e em seguida, voltou à TV Cultura para apresentar o Cultura-Meio Dia ao lado de Maju Coutinho, hoje à frente do Jornal Hoje.

Em 2011, ingressou no esporte como apresentador do Bate-Bola, da ESPN. Passou também pela TV Gazeta e Esporte Interativo nesse tempo, e há quase um ano, era apresentador do Troca de Passes.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!