Reportar erro
Discussão no Twitter

Dono da RedeTV! detona ideia de Luciano Huck: "Absurda e desastrosa"

Marcelo de Carvalho criticou renda básica permanente aos mais pobres

Luciano Huck e Marcelo de Carvalho
Luciano Huck, apresentador da Globo, e Marcelo de Carvalho, apresentador e vice-presidente da RedeTV!
Paulo Pacheco

Publicado em 08/06/2020 às 22:38:34

Luciano Huck defendeu em suas redes sociais uma extensão do auxílio emergencial, instituído durante a pandemia do novo coronavírus, de forma permanente para os mais pobres. A ideia, porém, recebeu críticas de Marcelo de Carvalho, vice-presidente da RedeTV!.

"A pandemia escancarou a urgência de viabilizar um auxílio permanente capaz de garantir dignidade aos mais pobres. O movimento 'Renda Básica que Queremos' ataca a cruel desigualdade do Brasil com afeto e eficiência. Bora apoiar”, escreveu Huck no Twitter.

O empresário rebateu o apresentador da Globo e defendeu o setor privado: "Essa proposta do Luciano Huck é absurda, desastrosa. O que o brasileiro quer é emprego digno, bem remunerado, que só se consegue com a economia de mercado e fortalecimento das empresas, e não uma esmola do estado. É uma pena que nos dias de hoje ainda haja essa mentalidade”.

O vice-presidente da RedeTV! ainda chamou a proposta de “cabresto eleitoral” e compartilhou uma frase atribuída ao ex-presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan.

Luciano Huck ignorou a resposta de Marcelo de Carvalho.

Defensor ferrenho de Jair Bolsonaro, Marcelo de Carvalho critica medidas de distanciamento social para combater o coronavírus e tem influenciado decisões do governo, como na Medida Provisória que permitiu o retorno de sorteios na televisão, atendendo a uma reivindicação de SBT, Record, Band e RedeTV!, que foi a primeira emissora a lançar um programa de distribuição de prêmios após a publicação do texto.

Já Luciano Huck, que durante o segundo turno da eleição presidencial, em 2018, declarou que “nunca votaria no PT”, passou a criticar Bolsonaro em função do crescimento da pandemia de coronavírus e das pautas antidemocráticas defendidas por seus apoiadores, como o fechamento do Congresso Nacional e do STF (Supremo Tribunal Federal), proibidas pela Constituição.

Huck é um dos signatários do movimento Estamos #Juntos, manifesto suprapartidário que reúne, por exemplo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e o candidato do PT à Presidência em 2018, Fernando Haddad.

Mais Notícias