Audiência da TV

Globo perde força com futebol e é ameaçada por Eliana e Faro em várias regiões do Brasil

Reprises de partidas de futebol já não garantem mais a liderança para a emissora carioca


Eliana, futebol da Globo, e Rodrigo Faro em guerra por audiência
Reprises de futebol na Globo têm desapontada na audiência - Foto: Reprodução/Montagem

O isolamento social trouxe a decisão da Globo, e também de outras emissoras, de paralisar várias gravações. O andamento do futebol, com campeonatos estaduais e nacionais, além das competições internacionais, entrou na lista. A direção da emissora carioca tem optado por reprisar partidas nas tardes de domingo e começa a sofrer derrotas para a concorrência na faixa.

Se antes com jogos ao vivo o horário chegava a ultrapassar os 20 pontos de audiência em São Paulo, as reprises têm demonstrado não despertar mais tanto interesse assim como no início da quarentena. No último final de semana (31) o programa Eliana, do SBT, foi a pedra no sapato da Globo.

Na Grande SP, o futebol registrou 10 pontos de média com a reapresentação da final da Libertadores de 1999, Palmeiras x Deportivo Cali, e viu o SBT atingir a liderança. Eliana cravou 10,8 pontos de média e Rodrigo Faro, com o seu dominical na Record, ficou com apenas 5,8. No Rio de Janeiro, a decisão do Brasileirão de 2012 entre Palmeiras e Fluminense marcou 10,7 pontos de média e viu a loira colada, com 9,5. O Hora do Faro aparece com 5,0, segundo dados da Kantar Ibope obtidos pelo NaTelinha junto a fontes do mercado.

Em Belo Horizonte, com a reprise da final da Copa do Brasil de 2014 entre Atlético-MG e Cruzeiro, a emissora conseguiu se distanciar, mas não obteve nenhum índice tão expressivo. A Globo marcou 13,5 pontos contra 8,5 de Eliana e 7,1 de Faro. Em Curitiba, reprisando Bangu x Coritiba pelo Campeonato Brasileiro de 1985, a Globo também ficou com 10,1 pontos de média, com o SBT na vice e a Record em terceiro lugar.

O futebol conseguiu ter um pouco mais de distância em Recife, com a reprise da vitória da Santa Cruz sobre a Portuguesa na Série B de 2005, atingindo 13,0 pontos de média; em Salvador, com a final do Campeonato Baiano de 2012 entre Bahia e Vitória marcando 14,7; e em Porto Alegre, reapresentando Grêmio x Hamburgo pela final do Mundial de Clubes de 1983, que também marcou 14,7 pontos. Eliana ocupou o segundo lugar - menos na Bahia - e Rodrigo Faro seguiu na terceira colocação.

Mais uma derrota para o futebol da Globo

Mas não foi apenas em São Paulo que o futebol da Globo sofreu uma derrota histórica para a apresentadora Eliana, do SBT. No Distrito Federal, de acordo com os dados consolidados da Kantar Ibope, a reprise da final do Campeonato Brasileiro de 2012 amargou a vice-liderança e viu Rodrigo Faro na cola.

A transmissão da emissora carioca marcou apenas 6,4 pontos de média contra 7,3 do programa Eliana, que liderou. O Hora do Faro, da Record, ficou pertinho de jogar a Globo para a terceira colocação ao marcar 5,9 pontos de média. 

Mais Notícias