Está fora

Globo não renova contrato de Aguinaldo Silva após 40 anos

Novelista deixa emissora após a problemática O Sétimo Guardião

Globo não renova contrato de Aguinaldo Silva após 40 anos
Divulgação

Publicado em 02/01/2020 às 17:06:39 ,
atualizado em 02/01/2020 às 17:29:54

Por: Redação NT

O Grupo Globo decidiu não renovar o contrato do autor Aguinaldo Silva, após longos 40 anos. A emissora emitiu um comunicado oficial nesta quinta-feira (2) informando que o novelista não tinha mais nenhuma obra prevista para os próximos anos.

"Sem nenhuma obra prevista, a Globo decidiu não renovar contrato com o autor Aguinaldo Silva. Ao longo dos mais de 40 anos dessa parceria de sucesso, foram mais de 20 trabalhos em conjunto, entre os quais Império, que ganhou o Emmy Internacional de Melhor Novela em 2014", disse brevemente.

Aguinaldo Silva escreveu 14 produções como autor solo na emissora, são elas: Partido Alto (1984), O Outro (1987), Vale Tudo (1988), Tieta (1989), Pedra Sobre Pedra (1992), Fera Ferida (1993), A Indomada (1997), Suave Veneno (1999), Porto dos Milagres (2001), Senhora do Destino (2004), Duas Caras (2007), Fina Estampa (2011), Império (2014) e O Sétimo Guardião (2018).

Seu último trabalho na Globo, O Sétimo Guardião, se viu envolvido em uma série de problemas, desde a concepção da história, com a polêmica de direitos com seus alunos de uma MasterClass, até a barracos nos bastidores - um deles culminou no fim do casamento de José Loreto e Débora Nascimento.

A novela foi exibida entre 12 de novembro de 2018 e 17 de maio de 2019, chegando ao fim de sua trajetória com uma média geral de 28,78 pontos na Grande São Paulo.

Para a sequência, Walcyr Carrasco foi escalado para recuperar os índices e conseguiu. A Dona do Pedaço, no ar até 22 de novembro, teve 35,97 pontos de média geral.

Aguinaldo Silva tem 76 anos e não se fala em aposentadoria, mas numa relação de desgaste com a emissora.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!