Painel Haddad

Fernando Haddad estreia como apresentador de TV

Fernando Haddad comandará o programa "Painel Haddad" às segundas-feiras

 Fernando Haddad estreia como apresentador de TV
Divulgação

Sandro Nascimento

Publicado em 22/07 às 00:01:10

O professor Fernando Haddad, que foi candidato à Presidência da República em 2018, vai estrear como apresentador de debates nesta segunda-feira (22). Ele comandará o "Painel Haddad", produzido pela AllTV.

continua depois da publicidade

A atração pretende promover um amplo diálogo com os mais variados representantes de todos os setores do pensamento através de um programa de televisão.

“Acho que é um momento em que precisamos buscar pontos comuns nos diversos setores do pensamento. É fundamental encontrar o que nos aproxima” explica Fernando Haddad.

O "Painel Haddad", produzido pela AllTV, será distribuído por diversas plataformas digitais (dentre elas, YouTube e Facebook),e pretende ser uma diálogo informal, no qual os convidados podem expressar livremente suas posições, contar de suas experiências, falar de políticas públicas

continua depois da publicidade

Fernando Haddad, que foi ex-ministro da Educação do governo Lula e Dilma (2005-2012), ex-prefeito de São Paulo (2013-2016), graduado em Direito, mestre em economia e doutor em filosofia, receberá representantes com conceitos da direita, da esquerda e do centro democrático. “É como se eu estivesse me atualizando. Ouvindo argumentos e razões”, completa.

"Painel Haddad " vai ao ar às segundas-feiras, 20h, pela AllTV, em uma versão reduzida de 30 minutos. Mas a íntegra das gravações estará disponível no site do canal. A AllTV é o primeiro canal de TV na internet, idealizada por Alberto Luchetti (ex-Band e Globo),  que este ano completou 17 anos de transmissões ininterruptas.

continua depois da publicidade

Na estreia, o programa receberá o professor Guilherme Boulos, dirigente do MTST, que também foi candidato à Presidência da República em 2018, pelo PSOL.

A direção geral do programa de Fernando Haddad é do jornalista Nunzio Briguglio e a supervisão geral, de Frederico Assis.