Pacto Brutal

"Matava mil vezes", teria dito Paula Thomaz na prisão após morte de Daniella Perez

A criminosa teria confessado prazer em ter assassinado jovem atriz durante conversa com outra detenta


Montagem com fotos de Guilherme de Pádua, Daniella Perez e Paula Thomaz
Paula Thomaz acredita que o ex-marido tinha um caso com Daniella Perez - Foto: Reprodução
Por Daniele Amorim

Publicado em 28/07/2022 às 20:58:00,
atualizado em 28/07/2022 às 20:58:39

Uma testemunha do documentário Pacto Brutal - O Assassinato de Daniella Perez afirmou ter ouvido que Paula Thomaz contou na prisão  que, se pudesse,  "matava mil vez" a jovem atriz. Ivana Crespaumer visitava uma das detentas que estava detida na mesma cadeia em que a assassina vivia e reparou na conversa da ex-mulher de Guilherme de Pádua com outra colega de cela. 

O depoimento de Ivana foi exibido no episódio 4, em que conta a história de Paula e Guilherme. "Eu esperava tudo, menos ouvir da boca da assassina, que odiava a Daniella Perez, que ela era mimada. Isso tudo era dito pela Paula. Ela estava conversando com outra presa, ela perguntava e as duas estavam conversando sobre o crime", falou.

Paula teria revelado detalhes sobre o crime que matou a co-protagonista da novela De Corpo e Alma (1992).  Por exemplo, a arma do crime foi um punhal e o primeiro golpe foi proferido por ela. "Ela [Paula] falou que deu a primeira, que foi dentro do carro e ajudou a puxar ela para jogar no mato. Ela queria simular que foi um fã fanático que matou ela", acrescentou Ivana. 

Em 1996, Ivana já havia dado essas mesmas informações em depoimento para Gloria Perez e ainda revelou que Daniela não estava consciente na hora de sua morte.  "Ela tava desacordada, aquela piranha, filha da puta. Eu queria que ela acordasse. Fiz de tudo pra ela acordar, mas na porrada. O Guilherme deu nela para ela entrar no carro. Desmaiou ela e ela não acordou de jeito nenhum", disse, ao relembrar as palavras exatas da assassina. 

imagem-texto

Por que Paula Thomaz odiava Daniella Perez?

Ivana ainda afirmou que Paula tinha tanta raiva de Daniella que queria que ela estivesse lúcida para sofrer no momento dos golpes. Um dos motivos do ódio é porque Guilherme havia dito a ela que o ator havia tido um caso com a companheira de elenco. 

"Mas depois o marido abriu e disse que não, que eles nunca tiveram nada, que ele tava arrumando um meio de se firmar na Globo  e a Daniela não aceitou. E isso aumentou o ódio dele. Ele dizia: eu fiz merda, deveria ter pego a mãe porque a filha é muito menininha. Metida a besta, apaixonada por aquele cara [Raul Gazolla}. Tinha que ter ido em cima da mãe", finalizou. 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias