Tudo mudou

Estreia da Globo, Filhas de Eva ainda é resquício de um mundo sem pandemia

Filhas de Eva conta com 12 episódios e vai ao ar nas noites de terças e quintas


Giovanna Antonelli, Renata Sorrah e Vanessa Giácomo em Filhas de Eva
Giovanna Antonelli, Renata Sorrah e Vanessa Giácomo protagonizam Filhas de Eva - Foto: Divulgação/TV Globo

Substituta do No Limite, Filhas de Eva estreia na Globo na noite desta terça-feira (12) e também irá ar às quintas, depois de Pantanal. A série foi finalizada completamente em fevereiro de 2020, antes da pandemia de Covid-19 se alastrar pelo mundo inteiro e é um dos poucos produtos nacionais a estrearem agora na TV aberta antes que o vírus tomasse conta do planeta.

Finalizada, portanto, há dois anos, a série estreou primeiramente no Globoplay em março de 2021. Filhas de Eva conta a história das relações entre pessoas na sua verdadeira essência. Seja em destinos cruzados, decisões que desencadeiam mudanças ou desdobramento que afetam a vida de todos.

No primeiro episódio, Stella (Renata Sorrah), Lívia (Giovanna Antonelli) e Cléo (Vanessa Giácomo) têm suas vidas entrelaçadas. O pontapé inicial para o encontro é a festa de Bodas de Ouro de Stella e Ademar (Cacá Amaral).

"Vamos apresentar essas questões a partir da história de três mulheres de personalidades distintas, cada uma em busca do que considera ‘liberdade’, tentando se livrar de suas próprias prisões."

Leonardo Nogueira, diretor artístico de Filhas de Eva, ao GShow

Filhas de Eva apostou em locações externas

Filhas de Eva ainda é resquício de um mundo sem pandemia

Em um tempo que se podia gravar sem restrições, Filhas de Eva contou com cerca de 70% das gravações externas. Foram três meses de trabalho em bairros como Grajaú, na Zona Norte, Lapa, no Centro, Glória, Catete, Flamengo, além da Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul, foram alguns dos locais escolhidos para revisitar a cidade do Rio de Janeiro.

O diretor artístico, Leonardo Nogueira, ressaltou ao GShow que os cenários apresentados serão um pouco diferentes daqueles conhecidos nas telinhas. "A gente quis retratar outro Rio."

"Corremos para o lado antigo da cidade. Foi uma opção nossa buscar esse outro aspecto para narrar essa obra."

Uma dessas locações foi o salão nobre do Fluminense, em Laranjeiras, Zona Sul da capital. Esse é o cenário escolhido para as gravações da celebração da Bodas de Ouro, que contaram com grande parte do elenco, como Cacá Amaral, Dan Stulbach, Stenio Garcia, Debora Ozório, além do trio principal e outros nomes.

Também foram necessários mais de 150 figurantes. Principal marca do espaço, os vitrais foram aproveitados para a construção do cenário, assim como os lustres que decoram o ambiente. A equipe de cenografia providenciou ainda um palco para comportar a banda e um telão, onde passavam projeções de fotos e vídeos sobre a vida do casal, provocando a reviravolta em Stella.

A trajetória das protagonistas de Filhas de Eva

A nova série da Globo conta história dessas três mulheres que se veem presas a padrões que não as fazem felizes. "Stella repete o destino de sua geração, que abriu mão de sonhos pelo casamento e pela maternidade. Lívia tem sua carreira, mas sofre por não ter o controle da vida afetiva que idealizou. Já Cléo, com sua baixa autoestima, precisa garantir teto e sobrevivência antes de pensar em qualquer realização pessoal", diz a sinopse.

Filhas de Eva conta com 12 episódios e vai ao ar nas noites de terça e quinta, depois de Pantanal.

Podcast Dupla de 2

Fabrício Falcheti e Sandro Nascimento levam em um bate-papo descontraído sobre os assuntos da televisão e famosos, com muitas informações de bastidores em primeira mão; confira

Ouça agora
Mais Notícias